Honda também poderá atualizar os propulsores durante a temporada 2015 da Fórmula 1.

As unidades de força da Honda poderão ser desenvolvidas ao longo da temporada 2015 da F1, de acordo com a emissora britânica Sky Sports. Após reunião entre a McLaren, a montadora japonesa e a FIA, foi alcançado um consenso a respeito do assunto.

A alegação para que a Honda ficasse de fora do desenvolvimento dos motores havia sido que, como as concorrentes não puderam mexer em seus V6 durante a primeira temporada em que competiram com o atual regulamento, o mesmo deveria valer para a Honda. Desta forma, os japoneses teriam de homologar um novo motor até o dia 28 de fevereiro.

Segundo a Sky Sports, os times receberam um “complicado” aviso de que a Honda poderá fazer um número específico de mudanças baseado na média de itens alterados pelas três adversárias até o início da temporada, no GP da Austrália.

Diretor de corridas da McLaren, Eric Boullier comentou à emissora que “há um desejo para que se seja justo e igualitário, e é por isso que á a discussão”. O francês disse acreditar que uma solução justa será alcançada. A equipe não comentou oficialmente a nota enviada pela FIA, informou a Sky.

Os testes de pré-temporada da F1 vão começar em 1º de fevereiro em Jerez. Ao todo, as equipes poderão treinar por 12 dias com seus novos carros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *