Massa vê Barcelona como pista ímpar para o carro da Williams; aposta nas atualizações do carro.

Felipe Massa não vê Barcelona como uma pista fácil para a Williams, apesar de todo o trabalho de desenvolvimento do FW36 até o momento em 2014. Ainda assim, o brasileiro espera manter na etapa catalã da F1, neste final de semana, um ritmo ainda mais competitivo, para somar o “maior número possível de pontos”.

A ideia é que a evolução apresentada pelo carro nas últimas provas possa minimizar as dificuldades, repetindo o que aconteceu na China, quando o time foi capaz de melhorar o downforce na parte traseira do modelo inglês, o que permitiu um desempenho consistente com pista molhada, grande calcanhar de Aquiles da equipe britânica nas primeiras provas.

“Sem dúvida, não é uma pista tão fácil para nós, mas a gente está trabalhando, faz parte do trabalho para evoluir o carro e espero que a gente possa ter um carro competitivo. Espero que a gente possa continuar lutando para marcar o maior número de pontos possível”, afirmou Massa ao ser questionado, nesta quinta-feira (8), no paddock do circuito espanhol, palco da quinta etapa do Mundial.

Felipe reiterou que a equipe inglesa não descansa e que está trabalhando duro para tirar o máximo do carro neste começo de fase europeia da temporada. Como as demais rivais, a esquadra de Grove também preparou novidades para o GP da Espanha. E deve tentar novamente testar a asa traseira nova, que não foi possível avaliar na corrida chinesa, há três semanas.

A gente está evoluindo”, declarou o piloto aos jornalistas. “Não pode esquecer que nessa corrida [da China] a gente teve peças novas. As outras equipes também melhoraram. Às vezes, você consegue evoluir o carro, os outros também e a diferença não muda no final. Como eu disse antes, não é uma pista tão fácil, mas tomara que a gente consiga fazer um bom resultado”, acrescentou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *