Honda comemora produção de 300 milhões de motocicletas

Número acumulado globalmente foi marcado pelo modelo Gold Wing, fabricado em Kumamoto, no Japão

Após 66 anos, desde que começou a fabricar motocicletas, a Honda Motor Co. Ltd. anuncia a produção de 300 milhões de unidades em todas as fábricas da marca globalmente. O marco foi protagonizado por uma Gold Wing 2015, modelo ícone da Honda, símbolo de status, luxo e segurança e única do mundo equipada com airbag.

 

Para comemorar a conquista, foi realizada uma cerimônia na primeira fábrica de motocicletas da marca, em Kumamoto, no Japão. “Graças ao apoio de nossos clientes e de todas as pessoas envolvidas, a Honda foi capaz de atingir a marca histórica de 300 milhões de unidades. Vamos continuar a fornecer produtos que agradam os nossos clientes em cada país e região do mundo em que estamos presentes”, ressaltou Takanobu Ito, presidente da Honda Motor Co.

 

 

gold wing 

 

20 milhões de motocicletas produzidas no Brasil

 

Somente no Brasil, a Honda já produziu 20 milhões de motocicletas. O marco aconteceu dia 4 de agosto de 2014, quando a Moto Honda da Amazônia fabricou uma CG 150 Titan 2015, recém-lançada versão do modelo que faz parte da história da marca e da vida de milhões de brasileiros.

 

Com capacidade para produzir 2 milhões de motocicletas ao ano, a Moto Honda da Amazônia, inaugurada em 1976, é a maior fábrica de motocicletas Honda em todo o mundo e tornou-se um dos maiores empreendimentos do Polo Industrial de Manaus, além de ser referência mundial em verticalização. A Honda possui 80% do mercado nacional de duas rodas e é, em números absolutos, a segunda maior fabricante de veículos automotores do país (carros, caminhonetes, ônibus, caminhões, tratores, motocicletas, embarcações e aeronaves).

 

Atualmente, são produzidos na fábrica de Manaus 26 modelos de motocicletas, de 100 a 1000cc, além de quadriciclos e motores estacionários. Além disso, a empresa também comercializa no Brasil nove modelos importados de até 1.800 cilindradas. Esse amplo line-up, que aumenta a cada ano, tem o intuito de oferecer opções a todos os perfis de consumidor, seja para utilização no lazer, esporte, locomoção ou trabalho.

 

A Honda no mundo

A Honda Motor Co. Ltd. produziu, em agosto de 1949, o primeiro protótipo de motoneta, o modelo Dream D. de 98 cc com motor de dois tempos. Em 1951, a moto vendia cerca de 130 unidades por dia, comprovando o sucesso da empresa em apostar neste tipo de veículo. Para atender à demanda crescente de clientes em todo o mundo, a empresa cruzou a fronteira para inaugurar, em 1959, sua primeira unidade no exterior: a American Honda Motor Co., nos EUA, onde popularizou o uso da motocicleta.

 

De lá, espalhou-se rapidamente para diversos países europeus, iniciando a produção fora do Japão em 1963, na Bélgica. Desde então, a Honda vem ampliando sua produção local para muitos países ao redor do mundo com base no compromisso de “produzir próximo aos clientes”. Hoje, a marca conta com 33 fábricas de motocicletas em 22 países e vendeu cerca de 16,80 milhões de unidades em 2013.

 

Sobre o grupo Honda no Brasil – Presente no país desde 1971, quando começou a importar, e em seguida a produzir motocicletas em Manaus (AM), a Moto Honda da Amazônia Ltda. é atualmente a maior fabricante de motos do Brasil, com mais de 20 milhões de unidades produzidas.  Desde 2001, a empresa produz, também em Manaus, modelos de motores estacionários, além de comercializar geradores, motobombas, roçadeiras, cortadores de grama e motores de popa importados de outras unidades da marca no mundo. Um ano depois iniciou a produção de quadriciclos na unidade. Em 1992, com a criação da Honda Automóveis do Brasil Ltda., a empresa entrou no competitivo mercado automobilístico brasileiro também por meio de importações e, a partir de 1997, com a produção nacional de automóveis no município de Sumaré (SP). Em 2013, anunciou sua segunda planta de automóveis, em Itirapina, interior de São Paulo, com inauguração prevista para 2015. Em uma iniciativa inédita no segmento automotivo no país, a empresa iniciou, no mesmo ano, a construção do seu primeiro parque eólico na cidade de Xangri-lá, no Rio Grande do Sul. Para administrar as operações do parque, que irá suprir toda a demanda de energia elétrica da fábrica de Sumaré, foi criada a Honda Energy do Brasil. No país, também faz parte do grupo a Honda Serviços Financeiros, que reúne o Consórcio Nacional Honda, a corretora Seguros Honda, a Leasing Honda e o Banco Honda que, presentes na rede autorizada de todo o Brasil, facilitam o acesso dos clientes aos produtos da marca.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *