Fórmula Indy – Nas 500 milhas de Fontana Pagenaud e Helinho formam a primeira fila.

Simon Pagenaud finalmente deixou o “quase” com as cores da Penske. O talentoso francês não deu chances aos rivais e cravou com autoridade a pole-position para as 500 Milhas de Fontana. Helio Castroneves completa a dobradinha da Penske em segundo. Tony Kanaan larga em sétimo.

A Penske sobrou no treino classificatório para as 500 Milhas de Fontana. Com mais de 0s3 de vantagem para o primeiro piloto de uma equipe rival, Simon Pagenaud deixou de lado o “quase” e cravou sua primeira pole-position com as cores da Penske. O francês comandou a dobradinha do time líder do campeonato ao lado do brasileiro Helio Castroneves, que ficou apenas 0s066 atrás.

O melhor do resto foi Marco Andretti. Com excelente desempenho, o americano garantiu a terceira colocação, tendo sido um pouco melhor que Ed Carpenter e Juan Pablo Montoya, que fecham o top-5 do grid.

Scott Dixon foi o melhor dentre as Ganassi e fechou o treino classificatório em sexto. Tony Kanaan veio logo atrás, em sétimo. Will Power ficou em oitavo, Takuma Sato foi o nono e Sage Karam completou o top-10.

O treino classificatório para as 500 Milhas de Fontana começou pontualmente às 20h45 (em Brasília).
Juan Pablo Montoya foi o primeiro a ir para a pista. O colombiano da Penske fez um bom trabalho e fechou com um somatório em 1min06s283.
Na sequência veio Graham Rahal. Um dos destaques da temporada até aqui, o americano manteve o fraco desempenho apresentado nas demais sessões desta sexta-feira e virou 1min07s403.
Então foi a vez de Simon Pagenaud, um dos pilotos que andou na frente nos dois treinos livres. O francês então pulverizou o tempo estabelecido pelo companheiro de equipe e combinou para 1min05s768, com as duas melhores voltas do final de semana.
Outro que, como Rahal, faz ótima temporada, mas não vinha mostrando poder de fogo em Fontana, foi vez de Sébastien Bourdais ir à pista. O francês fechou com 1min06s753, suficiente para tomar o terceiro lugar do piloto da RLL.
Discretíssimo durante todo o ano, Ryan Hunter-Reay foi apenas regular e conseguiu tomar o terceiro lugar de Bourdais. Na sequência veio Will Power. Vice-líder do campeonato, o australiano mostrou que o 21º lugar no TL2 foi apenas um acidente de percurso e virou 1min06s3, indo para terceiro.
Sempre com problemas de rendimento, especialmente em ovais, Gabby Chaves ainda conseguiu superar Rahal e colocou a Bryan Herta no sexto posto. Pippa Mann veio logo depois e não surpreendeu: último lugar para ela, 0s9 atrás de Rahal.

O primeiro a de fato ameaçar o domínio de Pagenaud foi –  o último de seus companheiros – Helio Castroneves. O brasileiro foi muito bem e ficou menos de 0s1 atrás de Pagenaud.
Mais rápido do primeiro treino livre, Ryan Briscoe, de certa forma, decepcionou. O australiano combinou para 1min06s8 e ficou em sétimo. O próximo seria James Jakes, mas a SPM não teve tempo de arrumar o carro do inglês após os problemas no TL2.
A quadra da Penske foi atrapalhada pela primeira Ganassi que foi à pista. Tony Kanaan fez o suficiente para se colocar entre Montoya e Power e foi para quarto.
Stefano Coletti veio para seguir sua sina de péssimos desempenhos em ovais e ficou apenas na frente de Pippa. Mostrando que a Ganassi realmente vem para brigar com a Penske, Sage Karam teve ótima primeira volta e boa combinação de tempo, se colocando no sexto posto.
Grande especialista em ovais, Ed Carpenter não queria sequer a trinca da Penske. O americano teve excelente ritmo e tirou Montoya do top-3.
Sempre muito rápido mesmo com as limitações da Honda, Takuma Sato foi bem e pulou para sétimo, na frente de Karam.
Tristan Vautier foi outro que não surpreendeu. Assim como nas demais etapas, bateu seu companheiro na Dale Coyne. Em Fontana, Pippa. 14º posto para o francês.
Quem decepcionou bastante foi Scott Dixon. Melhor do TL2, muitos apostavam no neozelandês como grande rival das Penske. Dixon até bateu Power, mas ficou apenas em quinto, atrás até de Carpenter.

Charlie Kimball veio logo depois e não conseguiu manter o rendimento dos companheiros de Ganassi. Apenas décimo lugar para o do carro #83. Quem chegou para assustar os ponteiros foi Marco Andretti. Ótimo em ovais e bem nos dois primeiros treinos, o americano acertou excelentes voltas e saltou para terceiro.

Na sequência veio Josef Newgarden. O jovem americano não foi tão bem quanto o companheiro Carpenter e foi para 11º. Posição esta que logo perdeu para Carlos Muñoz, o segundo melhor da Andretti no treino. Jack Hawksworth fechou o treino e, como já era esperado, foi bem discreto: 17º lugar para ele.

Indy, 500 Milhas de Fontana, grid de largada:

1 22 SIMON PAGENAUD FRA PENSKE CHEVROLET 1:05.768
2 3 HELIO CASTRONEVES BRA PENSKE CHEVROLET 1:05.834 +0.066
3 27 MARCO ANDRETTI EUA ANDRETTI HONDA 1:06.117 +0.349
4 20 ED CARPENTER EUA CFH CHEVROLET 1:06.156 +0.388
5 2 JUAN PABLO MONTOYA COL PENSKE CHEVROLET 1:06.283 +0.515
6 9 SCOTT DIXON NZL GANASSI CHEVROLET 1:06.303 +0.535
7 10 TONY KANAAN BRA GANASSI CHEVROLET 1:06.303 +0.535
8 1 WILL POWER AUS PENSKE CHEVROLET 1:06.306 +0.538
9 14 TAKUMA SATO JAP FOYT HONDA 1:06.326 +0.558
10 8 SAGE KARAM EUA GANASSI CHEVROLET 1:06.341 +0.573
11 26 CARLOS MUÑOZ COL ANDRETTI HONDA 1:06.397 +0.629
12 67 JOSEF NEWGARDEN EUA CFH CHEVROLET 1:06.516 +0.748
13 83 CHARLIE KIMBALL EUA GANASSI CHEVROLET 1:06.592 +0.824
14 28 RYAN HUNTER-REAY EUA ANDRETTI HONDA 1:06.672 +0.904
15 11 SÉBASTIEN BOURDAIS FRA KV CHEVROLET 1:06.753 +0.985
16 5 RYAN BRISCOE AUS SCHMIDT PETERSON HONDA 1:06.813 +1.045
17 41 JACK HAWKSWORTH ING FOYT HONDA 1:06.869 +1.101
18 98 GABBY CHAVES COL BRYAN HERTA HONDA 1:07.378 +1.610
19 15 GRAHAM RAHAL EUA RLL HONDA 1:07.403 +1.635
20 19 TRISTAN VAUTIER FRA DALE COYNE HONDA 1:07.505 +1.737
21 4 STEFANO COLETTI MCO KV CHEVROLET 1:07.719 +1.951
22 18 PIPPA MANN ING DALE COYNE HONDA 1:08.399 +2.631

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *