Ricardo Zonta aposta em corrida de recuperação com a Shell Racing em Tarumã.

Depois de se classificar entre os primeiros nos treinos livres, o piloto Ricardo Zonta, da equipe Shell Racing, tinha expectativa de brigar por um lugar nas primeiras filas do grid de largada da corrida de amanhã da Stock Car, que será disputada em Tarumã, na Grande Porto Alegre (RS).

Mas o resultado do treino classificatório acabou ficando aquém do esperado para o ex-piloto da F-1 e campeão de categorias como Mundial de GT, F-3000 e World Series.

“Mesmo ficando entre os dez primeiros nos dois treinos livres, a gente sentia que faltava ainda alguns décimos de segundo para conseguirmos um melhor equilíbrio do carro. Fizemos alguns ajustes para a classificação a fim de lutar pelas primeiras colocações, mas o carro acabou saindo muito de traseira e prejudicando nossa performance”, diz Zonta, que larga na nona fila, com a 18ª colocação.

“Estamos perdendo tempo em curvas de alta, que dominam este circuito de Tarumã. Mas como o desgaste de pneus é muito forte nesta pista, podemos pensar em uma estratégia mais ousada e buscar bons resultados e uma boa recuperação amanhã, como já aconteceu em outras corridas”, completa o piloto da Shell Racing.

Rodolpho Mattheis, chefe da equipe, também acredita numa reação do time amanhã.

“A gente conseguiu bons resultados com o Ricardo (Zonta) nos treinos livres, mas a mudança que fizemos para o treino classificatório não surtiu o efeito esperado. Em todo caso, para a corrida já fazemos diversas mudanças, sobretudo para não ter desgaste tão acentuado de pneus, então isso mostra que temos espaço para nos recuperar como já aconteceu em outras provas neste ano”, diz Rodolpho.

A quinta etapa da Stock Car terá início amanhã às 14h, com transmissão ao vivo do Sportv.

Grid:
1-) 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) – 1min08s632
2-) 18 Allam Khodair (Full Time Sports) – 1min08s687
3-) 80 Marcos Gomes (Cimed Racing) – 1min08s699
4-) 88 Felipe Fraga (Cimed Racing) – 1min08s737
5-) 65 Max Wilson (Eurofarma RC) – 1min08s898
6-) 21 Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) – 1min08s908
7-) 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) – 1min08s984
😎 12 Lucas Foresti (Full Time-ProGP) – 1min08s992
9-) 0 Cacá Bueno (Red Bull Racing) – 1min09s135
10-) 77 Valdeno Brito (TMG Racing) – 1min09s164
11-) 66 Felipe Guimarães (Full Time-ProGP) – 1min09s185
12-) 29 Daniel Serra (Red Bull Racing) – 1min09s193
13-) 28 Galid Osman (Ipiranga-RCM) – 1min09s200
14-) 90 Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) – 1min09s206
15-) 4 Julio Campos (C2 Axalta Racing) – 1min09s251
16-) 63 Nestor Girolami (Eisenbahn Racing Team) – 1min09s317
17-) 8 Rafael Suzuki (Vogel Motorsport) – 1min09s346
18-) 10 Ricardo Zonta (Shell Racing) – 1min09s362
19-) 5 Denis Navarro (Vogel Motorsport) – 1min09s404
20-) 70 Diego Nunes (União Química Racing) – 1min09s429
21-) 73 Sergio Jimenez (Cavaleiro Sports) – 1min09s448
22-) 83 Gabriel Casagrande (C2 Axalta Racing) – 1min09s518
23-) 51 Átila Abreu (Shell Racing) – 1min09s530
24-) 3 Bia Figueiredo (União Química Racing) – 1min09s623
25-) 110 Felipe Lapenna (Hot Car Competições) – 1min09s658
26-) 26 Raphael Abbate (Hot Car Competições) – 1min09s967
27-) 9 Guga Lima (TMG Racing) – 1min10s071
28-) 74 Popó Bueno (Cavaleiro Sports) – 1min10s219

Sobre a Raízen:

A Raízen se destaca como uma das maiores empresas de energia do Brasil, atuando em todas as etapas do processo: cultivo da cana, produção de açúcar, etanol e energia, comercialização, logística interna e de exportação, distribuição e varejo de combustíveis. Produz cerca de 2 bilhões de litros de etanol por ano, 4,5 milhões de toneladas de açúcar e gera mais de 900 MW de energia elétrica a partir do bagaço da cana-de-açúcar. A empresa conta ainda com uma rede formada por 5.245 postos de serviço com a marca Shell, responsáveis pela comercialização de combustíveis e mais de 900 lojas de conveniência Shell Select.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *