Fórmula 1 – Uma pista com boa memória para Lance Strol.

Para um ‘rookie’ na F1 uma das dificuldades é descobrir novos circuitos, um problema que não se coloca a Lance Stroll no fim de semana do Grande Prêmio da Hungria, uma vez que se trata do terceiro circuito consecutivo que o campeonato visita e o canadense conhece, tendo até boas recordações da pista húngara, ainda que aos comandos de um Fórmula 1, todos eles sejam uma ‘descoberta’, pois com carros que andam bem mais, os circuitos não parecem os mesmos:

“Será a terceira pista consecutiva onde já corri antes, e por isso já sei o que esperar. Corri ali no ano passado na Fórmula 3 e consegui um pódio, por isso tenho boas memórias”, fala Lance Stroll.

Mas mesmo com essas boas lembranças de Hungaroring o canadense sabe que pode não ser o cenário ideal para o seu Williams: ”É uma grande pista, apesar de, tal como o Mônaco, é muito estreita, com muitas curvas e não muitas retas. Dito isto é uma pista de que gosto bastante, especialmente no setor intermédio, que é bastante rápido e tem curvas à direita e à esquerda. Recebeu um asfalto novo recentemente, por isso é suave”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *