Fórmula 1 – Red Bull não abre a porta a Sebastian Vettel.

Tem sido, infelizmente, algo comum nesta fase da carreira de Sebastian Vettel. O piloto alemão não tem evitado as criticas dos média italianos (e não só) devido às vitórias menos conseguidas, sendo que essas críticas levam inevitavelmente a dúvidas quanto ao seu futuro.

 

Vettel já esteve numa situação semelhante no seu último ano pela Red Bull, que levou à sua saída para a Ferrari. Uma decisão inteligente pois aproveitou uma oportunidade única e saiu de uma equipe onde estava desgastado. Nesta fase, porém, não tem qualquer porta aberta que o possa interessar. A Red Bull, com as dificuldades em encontrar um piloto para fazer dupla com Max Verstappen poderia ser uma solução mas Helmut Marko já negou essa hipótese do retorno do filho pródigo:

 

“Eu não tenho ideia do que é o futuro de Vettel”, afirmou à Speed Week. “Tivemos alguns anos maravilhosos juntos, mas temos nossos quatro pilotos”.

Assim as duas únicas soluções que se apresentam é a manutenção por mais um ano, em busca das boas exibições e esperar para ver o que 2021 tem para dar… ou uma saída de cena, seja ela temporária ou definitiva. O segundo cenário é menos interessante e em nada favorece o piloto. Para voltar à boa forma, Vettel não pode se afastar por muito tempo da F1. Resta ficar, na esperança de ser acarinhado pela equipe, o que o CEO da Ferrari parece ter vontade de fazer:

 

“Não gosto que as pessoas estejam a tentar dispensá-lo ”, disse Louis Camilleri à Sky Sports Italia. “Ele é um ótimo piloto e eu confio plenamente que ele regressará ao topo novamente.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *