Fórmula 1 – Os pneus de 2020 foram rejeitados pelas equipes.

Era um desfecho previsível. Os pneus para 2020 não convenceram as equipes e o cenário da manutenção dos pneus usados em 2019 era uma forte possibilidade, que agora se tornou uma certeza.

 

Os novos pneus foram construídos para aumentar a janela operacional das borrachas, evitar o superaquecimento quando em perseguição de um adversário e evitar o aumento de pressões para lidar com o esperado aumento nas velocidades.

 

As primeiras impressões sobre os novos pneus foram negativas e o teste de Abu Dhabi não teria convencido as equipes, que votaram unanimemente contra a introdução dos novos pneus em 2020. Os pneus foram testados anteriormente em Austin, e logo aí a maioria dos pilotos disse que eram uma desilusão, já que eram apenas um pouco mais duros que os atuais, havendo quem nem sequer notasse diferenças.

A Pirelli insistiu que os pneus de 2020 eram a melhor opção, e pelo que se viu dos testes, as equipes até conseguiram melhorar um pouco com os pneus de gama mais macia, mas com os restantes compostos isso não aconteceu.

 

“Depois de testar e analisar os novos pneus com a especificação para 2020, foi realizada uma votação para a escolha dos pneus para a temporada 2020, de acordo com o artigo 12.6.1 das regulamentações técnicas”, confirmou a FIA em um breve comunicado.

 

“A votação resultou numa decisão unânime de manter os pneus com a especificação de 2019 na temporada 2020. A FIA gostaria de agradecer à Pirelli e a todas as equipas pelo seu trabalho e colaboração para melhorar os pneus para a temporada 2020. De qualquer forma, as lições aprendidas serão inestimáveis para a melhoria futura dos pneus. “

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *