Fórmula 1 – Mais uma vitória de Lewis Hamilton, dobradinha Mercedes.

Seis vitórias de Lewis Hamilton no GP da Inglaterra! Os dois Mercedes estiveram numa corrida completamente à parte dos seus adversários, em termos de andamento, com Lewis Hamilton vencendo o GP da Grã-Bretanha de Fórmula 1, depois de ter consigo a ‘estrelinha’ de campeão, já que Valtteri Bottas lhe deu ‘água pela barba’, vendendo muita cara a derrota, só perdendo a posição para o seu colega de equipe depois de Antonio Giovinazzi se ter despistado.

O Safety Car entrou numa altura que ‘tramou’ por completo Valtteri Bottas, que não só perdeu a liderança para Lewis Hamilton, como ainda teve de voltar a parar mais uma vez, ao contrário do seu colega de equipe, pois o finlandês na sua ida à boxe ‘calçou’ os mesmos pneus médios que trazia, e com isso ficou obrigado a trocá-los para outro composto.

Bottas fez a sua segunda parte da corrida atrás de Hamilton, com os Mercedes a distanciarem-se do resto do pelotão sendo certo que o finlandês precisava de abrir tempo suficiente para manter a posição, o que conseguiu, terminando no segundo lugar depois de ter ido aos boxes a seis voltas do fim da corrida. Mais um fantástica demonstração de poderio dos Mercedes, que depois da clara derrota na Áustria, recolocaram a ‘normalidade’ na F1. Mas com uma corrida muito interessante…

Mais atrás, bela luta entre os dois Red Bull e Ferrari, com Max Verstappen a ser abalroado por Sebastian Vettel, numa freada falhada por parte do alemão. Ambos saíram de pista, regressaram mas enquanto o holandês caiu para quinto, Vettel só parou no último lugar, terminando em 15º.

Quem beneficiou com isso foi Charles Leclerc, que com isso subiu ao terceiro lugar, em que terminou. O piloto monegasco foi muito combativo nesta corrida não permitindo veleidades a Verstappen, numa luta que entusiasmou.

A corrida teve momentos fantásticos, especialmente a luta inicial de Hamilton com Bottas, com o finlandês a aguentar bem o seu adversário, e também a de Leclerc e Verstappen, que deram um enorme o espetáculo, quando lutavam pelo terceiro lugar.

Os dois jovens pilotos lutavam curva a curva pela posição, com manobras muito no limite da legalidade, mas a entrada do Safety Car atrasou Leclerc, em mais um má operação de timing e de boxe da Ferrari, com o seu piloto a cair para o quinto lugar. Como se percebe, acabou a corrida em terceiro fruto do incidente de Vettel e Verstappen.

Boa corrida de Pierre Gasly, que andou muito tempo na luta com os Ferrari, e também com o seu companheiro de equipa. Foi quarto e assegurou o seu melhor resultado do ano. Combativo, fez hoje, quiçá pela primeira vez este ano, o que lhe exige Helmut Marko.
Se continuar assim, ‘safa-se’…

Quinto lugar para Max Verstappen, que não faz ‘prisioneiros’ seja em que situação de corrida for. Com um carro abaixo dos seus rivais ultrapassa muito no braço. Foi quinto, porque Vettel o atirou para fora de pista, pois iria ‘vencer’, facilmente a corridas dos não-Mercedes…

Grande corrida de Carlos Sainz, que consegue o seu terceiro sexto lugar da época. Começou a corrida em 13º e termina-a em sexto, sendo claramente o melhor do segundo pelotão, batendo o melhor dos Renault, o de Daniel Riccardo que foi sétimo.

A fechar o top 10 ficaram Kimi Raikkonen, Daniil Kvyat e Nico Hulkenberg, com este a suplantar

A McLaren volta a bater a Renault, numa corrida em que se cavou o fosso dos Racing Point e Williams, para o pelotão à sua frente.

Carlos Sainz está a afirmar-se cada vez mais como o melhor dos outros e a sua prestação de hoje mostrou isso mesmo. Lando Norris foi um dos prejudicados com a entrada do Safety Car, caindo para oitavo, acabando a corrida em 11º.

Grande corrida de Dannil Kvyat que arrancou em 17º e terminou em nono, em mais uma excelente prestação do russo que está a justificar perfeitamente este seu regresso à equipa.

Nico Hulkenberg batalhou muito, conseguiu o ponto final, correspondente ao 10º lugar, Lando Norris foi 11º, ganhando uma posição a Alex Albon na última volta, com o anglo-tailandês a perdeu duas posições no ocaso da corrida.

Péssima corrida da Haas, que depois de todos os problemas que têm vindo a suceder com o seu patrocinador principal, os seus dois pilotos ‘eliminaram-se’ na corrida, o que deve ter dado grandes momentos para o próximo documentário da Netflix sobre a F1…

Com estes resultados, Hamilton tem agora 39 pontos de avanço para bottas no campeonato, com o finlandês a dizer nas entrevistas finais que “ainda não acabou”, Verstappen reforçou o seu terceiro lugar no campeonato face a Vettel, com Leclerc agora a apenas três pontos do seu colega de equipa.

Ao somar quatro pontos hoje, Raikkonen é o novo oitavo classificado no campeonato, trocando de posição com Lando Norris, que tem agora Ricciardo com os mesmo 22 pontos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *