Fórmula 1 – GP da Emília-Romanha – Pirelli mostra o melhor do ‘Made in Italy’ como patrocinadora principal em Ímola.

Mais uma vez, os três compostos intermediários na gama da Pirelli na Fórmula 1 – C2 como P Zero Branco duro, C3 como P Zero Amarelo médio, C4 como P Zero Vermelho macio – foram escolhidos para a segunda rodada do campeonato, que será disputada em Ímola, na Itália: as mesmas escolhas da abertura da temporada no Bahrein, que apresentou um número de diferentes estratégias.

Esta foi também a mesma escolha da última corrida disputada em Ímola há quase seis meses, embora a estrutura do pneu tenha mudado neste ano para oferecer mais durabilidade e permitir a utilização de pressões mais baixas para maior resistência ao superaquecimento. Ímola 2020 foi realizada com apenas uma sessão de treinos livres de 90 minutos; este ano, há três sessões de treinos livres de uma hora cada.

Os pneus C2, C3 e C4 foram escolhidos por sua ampla gama de capacidades: bem combinados com as características variáveis do circuito de Ímola e a ampla gama de condições climáticas possíveis na primavera, com a temporada europeia começando agora muito mais cedo que em anos recentes.

 

Ímola é um circuito de “velha escolha” que oferece um grande desafio técnico, com uma seleção mista de curvas e velocidades diferentes que testam todos os aspectos do desempenho de um carro. Com apenas uma corrida de F1 realizada lá desde 2006, de volta às condições temperadas do final do outono passado, as equipes não têm uma grande quantidade de dados relevantes para se basearem.

 

A pista é bastante estreita em alguns pontos, o que aumenta o desafio de ultrapassagem e coloca ênfase na estratégia. A estratégia do ano passado foi influenciada por um safety car no final da corrida (bem como um safety car virtual anteriormente) com Lewis Hamilton vencendo usando todos os três compostos, tendo começado a prova de médio. Sem o safety car, uma estratégia de parada única provavelmente teria sido escolhida pela maioria dos pilotos: também porque a perda de tempo no pit lane é bastante grande em Ímola, com aproximadamente 25s.

 

Embora tenha sido reasfautada antes do Grande Prêmio do ano passado, Ímola – um circuito anti-horário – ainda é bastante ondulada e há algumas grandes zebras, colocando demandas notáveis nos carros e pilotos.

 

Não há corridas de apoio planejadas para o fim de semana de Ímola, além da Fórmula Regional by Alpine, que representa o primeiro degrau na escada para corridas de monopostos internacionais, logo abaixo da Fórmula 3. Isso afetará a evolução da pista para a F1, sem muita borracha sendo acumulada no asfalto. A Fórmula Regional tem fornecimento exclusivo pela Pirelli, com dois conjuntos de pneus slicks e de chuva disponíveis em uma única especificação e duas corridas por fim de semana. Ímola é a rodada de estreia dessa nova série.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *