FIA WEC – Para Zak Brown a nova LMDh possui muitos atrativos.

A McLaren esta de olho e interessadae entrar na categoria com as novas regras anunciadas para o endurance. A regulamentação LMDh poderá fazer a equipe de Woking regressar aos sportscar e às corridas de longa duração.

Embora ainda não se conheçam os pormenores da regulamentação, que deveriam ter sido anunciados em Sebring, Zak Brown se mostrou muito interessado embora reconheça que neste momento é difícil a McLaren apostar em mais uma categoria:

“Acho que as regras são ótimas”, disse Brown ao Motorsport.com “Houve uma grande reunião técnica [no fim de semana passado] entre o ACO, a FIA e o IMSA e eles chegaram a um entendimento ideal. Então, parabéns para eles por conseguirem um conjunto unificado de regras que eu acho extremamente atraente.”

“A McLaren entrar em novas formas de automobilismo não é um tema que iremos abordar agora por causa do que esta acontecendo. Esquecendo isso, as regras tornam-se muito mais atraente para a McLaren e para o nosso desejo de querer voltar às corridas de sportscar.”

“Agora, o que precisamos fazer é ver, quando passarmos por esta crise, como estará o mundo, como será na Fórmula 1 e, a qualquer momento, quando entrarmos numa nova forma de automobilismo, teremos em conta o timing, preparação, e as regras serem acessíveis.”

“Mas as regras que foram definidas são definitivamente algo que deixa a McLaren empolgada. Agora, precisamos ver como o mundo se desenvolve.”

A McLaren já tem o programa da Indycar em andamento e a adição de outro projeto seria imprudente nesta fase. Mas olhando ao valor que a McLaren pretendia gastar por ano (20 milhões de dólares) e o valor que deverá custar correr com os LMDh (metade) se o mercado responder favoravelmente, poderemos ver a McLaren em pista no endurance e quem sabe com pilotos portugueses a bordo. Filipe Albuquerque é piloto da United Autosports, a equipe de Zak Brown que corre no WEC e no ELMS, em LMP2, e que pode ser a base ideal para receber um projeto desse calibre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *