FIA WEC & IMSA – A Ferrari esta interessada em fazer parte das categorias, no LMDh.

Após o anuncio da regulamentação conjunta LMDh, várias marcas mostraram interesse na nova categoria. Desta vez, foi a vez da Ferrari piscar o olho aos novos protótipos.

 

A Ferrari está interessada em um retorno ao endurance e aos protótipos e vê os recém anunciados LMDh como a plataforma ideal para fazer. No entanto a Scuderia gostaria de desenvolver os chassis, ao contrário do que o regulamento diz, estando baseados em chassis construídos por quatro fornecedores.

 

Segundo Antonello Coletta, responsável pelo programa GTE confirmou o interesse da Ferrari:

“Francamente, diante de nós, temos um momento estratégico importante, porque ter a mesma plataforma para o WEC e IMSA é uma boa oportunidade”, disse ele. “Mas precisamos entender exatamente as novas regras esportivas e técnicas e, logo após Sebring, teremos todos os dados à nossa frente para decidir se temos a hipótese de fabricar um carro ou não.

 

“É claro que, para a Ferrari, é importante ter uma linha direta com os carros de estrada. Por definição, o endurance é a oportunidade de ter uma ligação direta, como o 458, o 488 e todos os nossos carros do passado.”

 

“Agora, sim, os protótipos são carros diferentes, mas depende do que podemos colocar no carro o motor, sim, ok, mas as outras soluções não são completamente claras.”

 

“A questão mais importante que temos agora é a mesma plataforma e a redução dos custos em relação ao Hypercar”, disse Coletta. “O orçamento que precisamos para fazer uma temporada com LMDh será mais ou menos o mesmo que gastamos nos GTE. Isso é perfeito para nós [porque] os Hypercar são mais caros. Mas, nos outros assuntos, será que os Hypercar podem correr [no IMSA] … não temos a certeza.

 

“Se pegarmos em todas as partes dos DPi, os custos serão baixos porque são os mesmos freios, o mesmo sistema híbrido, a mesma suspensão. Mas poderia ser uma chance de fazer um chassi. Mas não sabemos se isso é possível porque sabemos que o carro dos EUA pode ir para Le Mans, mas não se o Hypercar europeu pode ir para os EUA. Esse é outro assunto em discussão”.

 

Já imaginaram pessoal, a Ferrari disputando a nova categoria de protótipos á partir de 2021?

Será um feito fantástico para o público apaixonado pela Ferrari e os campeonatos de endurance; tanto no Mundial (FIA WEC) quanto no campeonato americano (IMSA) vamos esperar para ver……mas que seria muito importante seria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *