Avaliação da Semana: Peugeot 408 Allure, um sedã imponente com câmbio automático de 6 marchas.

Bem amigos da Veloxtv, iniciamos esta semana com mais uma matéria exclusiva, na última semana avaliamos o Peugeot 408 Allure, um sedã imponente em sua aparência e já com o câmbio automático de 6 marchas.

DSC09419

Espaço e visual elegante nunca foram problema para o Peugeot 408, mas o câmbio automático de quatro marchas e as suspensões firmes em excesso manchavam a imagem da versão Allure, intermediária. Na linha 2014, esses problemas, felizmente, foram resolvidos.

Com tabela de R$ 69.990, o sedã passa a vir equipado com a caixa automática de seis velocidades, a mesma utilizada pela opção THP, de topo da linha. Para acabar com a fama de desconfortável em pisos irregulares, foram trocadas as buchas de articulação do eixo traseiro e adotados pneus de menor resistência ao rolamento.

Na prática, as alterações aprimoraram o conforto a bordo e o desempenho do motor 2.0 flexível de até 151 cv. O câmbio de seis marchas administra de forma competente os 22 mkgf de torque entregues a 4.000 rpm. As trocas são feitas com mais suavidade que antes e as oscilações da carroceria foram reduzidas sensivelmente.

DSC09421

Andamos por diversos tipos de pisos/asfaltos inclusive por vias esburacadas, é possível perceber que as pancadas secas das suspensões deixaram de ser comuns, como ocorria antes. O sedã está mais macio sem comprometer a estabilidade em curvas ou em alta velocidade.

DSC09413

Com os pneus “verdes”, o silêncio a bordo foi ampliado. Em rodovia, a 120 km/h, o isolamento acústico é impecável.  Como a grande maioria dos modelos de entrada, conforto  ao extremo não é o ponto mais forte do Peugeot 408, mas em nossa avaliação esta. Todavia, ele oferece itens básicos, como ar-condicionado de duas zonas, direção eletro-hidráulica e sistema de som com entrada auxiliar e bluetooth. Câmbio e piloto automático auxiliam nessa tarefa ao dirigir.

DSC09456  DSC09451

A linha 2014 do sedã manteve as virtudes e deslizes do “antigo”. Entre os pontos positivos está o amplo espaço interno. São 2,71 metros de entre-eixos e área suficiente para cinco adultos viajarem confortavelmente, com direito a saída de ventilação atrás.

DSC09461

A relação custo-benefício do 408 Allure automático é favorável, frente a concorrência. Ele tem bom desempenho, lista de itens de série razoável, e também é convidativo ao ter preço baixo. O consumo de combustível com etanol, no entanto, é muito elevado; no qual constatamos na cidade um consumo de 5 km/l; enquanto na estrada o consumo foi de 6.8 km/l.

Motor Dianteiro, transversal
Número de cilindros 4 cilindros
Número de válvulas 16 válvulas
Combustível Flex
Cilindrada (cm³) 1 997 cm³
Potência (cv) 151cv (E) 6000 rpm / 143cv (G) 6250 rpm
Torque (mkgf) 22 mkgf (E) / 20 mkgf (G) a 4000 rpm
Câmbio Automático, 6 marchas
Tração Dianteira
Suspensão dianteira Independente, McPherson
Suspensão traseira Eixo de torção
Direção Elétrica
Rodas Liga leve, 16
Pneus 205/55 R16
Comprimento (m) 4,69 m
Largura (m) 1,81 m
Altura (m) 1,51 m
Entre-eixos 2,71 m
Porta-malas / Caçamba (l) 526 l
Tanque (l) 60 l
Peso em ordem de marcha (kg) 1 494 kg

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *