Audi e-tron Sportback vira obra de arte no Rio de Janeiro.

Pelo segundo ano consecutivo a Audi figura entre o seleto rol de patrocinadores e apoiadores da ArtRio, Feira de Arte Internacional do Rio de Janeiro. Desta vez, será com a presença do mais eletrizante veículo da marca: o novo Audi e-tron Sportback, segundo veículo 100% elétrico da marca que chegou ao Brasil no último mês e já se posiciona como uma verdadeira obra de arte. O evento é um dos maiores do gênero na América Latina e será realizado entre 14 a 18 de outubro na Marina da Glória.

 

“A ArtRio é um dos eventos mais importantes do gênero na América Latina e tem tudo a ver com a Audi, pois tanto as obras quanto os nossos veículos são repletos de ousadia, inovação, design e modernidade. O Audi e-tron Sportback, nosso segundo veículo 100% elétrico recém-lançado no Brasil, é o personagem ideal para mostrar como o encontro perfeito entre a arte e tecnologia”, afirma Cláudio Rawicz, diretor de comunicação e marketing da Audi do Brasil.

Arte, design e carros: química perfeita

Além da exposição de diversos artistas renomados nas galerias da ArtRio, a edição deste ano também terá uma plataforma online com várias atrações. Uma delas será realizada em 15 de outubro, com a apresentação do designer brasileiro Maurício dos Santos, responsável por grandes sucessos da marca como o Audi Q8, o esportivo elétrico e-tron GT e o conceito AI:Trail.

Formado em Desenho Industrial, curso iniciado na Universidade Presbiteriana Mackenzie e concluído na Universidade de Essen, na Alemanha, Maurício começou sua carreira na indústria automobilística na central mundial de design da Volkswagen, onde atuou por 11 anos. Fez ainda um intercâmbio de três anos na italiana Italdesign Giugiaro, fundada por Giorgetto Giugiaro, com o objetivo de auxiliar na integração com a Audi e instaurar um estúdio de design de interiores na Itália. Desde 2016 coordena um dos Estúdios de Design Interior na matriz da Audi em Ingolstadt, na Alemanha.

Em sua 10ª edição, a ArtRio traz para o público a oportunidade de ver obras de grandes mestres e também o trabalho de novos artistas, com curadoria das principais galerias do Brasil e do mundo. A feira seguirá todos os protocolos de segurança indicados pelos órgãos competentes, incluindo a exigência do uso de máscara, disponibilização de álcool gel e distanciamento social, além de limitação do número de visitantes, com indicação de horário de entrada e tempo de permanência.

A obra de arte e-tron Sportback

O Audi e-tron Sportback, segundo veículo 100% elétrico da marca, está disponível no Brasil desde meados de setembro. Com design esportivo e arrojado, destacado pela carroceria em estilo coupé, o modelo possui até 446 quilômetros de autonomia, de acordo com o ciclo europeu WLTP, e é comercializado em duas versões a partir de R$ 511.990,00 na modalidade venda direta.

 

O Audi e-tron Sportback possui dois motores elétricos que entregam 408 cv de potência e 664 Nm de torque – as forças são distribuídas em 135 kW de potência e 309 Nm de torque na frente e 165 kW de potência e 355 Nm no motor traseiro. A aceleração de 0 a 100 km/h ocorre em 5,7 segundos e a velocidade máxima é 200 km/h limitada eletronicamente.

O sistema de baterias de íons de lítio é composto por 36 módulos, pesa cerca de 700 kg e pode ser recarregado desde uma tomada simples de 110V até as de alta tensão. Em estações de recarga ultra rápida de 150 kW, por exemplo, é possível carregar até 80% da bateria em 30 minutos. Ela armazena 95 kWh de energia bruta e é instalado como um bloco plano largo embaixo da célula de passageiros. Possui uma moldura protetora sólida e uma laminação de alumínio que abrange os 36 módulos das células, o que deixa o sistema excepcionalmente rígido e à prova de impacto.

O Audi e-tron Sportback, em conjunto com os retrovisores externos virtuais – opcionais na versão Performance Black – obtém um valor do coeficiente de arrasto impressionante de apenas 0,25, ainda melhor do que o seu modelo irmão Audi e-tron. Isto se deve principalmente ao formato da carroceria coupé e o respectivo menor arrasto aerodinâmico atrás do veículo.

Os retrovisores externos virtuais, cujo suportes em formato de asa integram pequenas câmeras, ainda representam outro fator de eficiência. As imagens capturadas aparecem em displays OLED de alto contraste na transição entre o painel de instrumentos e a porta. Se o motorista mover o dedo pela superfície do display sensível ao toque, são ativados símbolos com os quais o motorista pode reposicionar a imagem.

Estratégia sustentável e infraestrutura de recarga

Em fevereiro de 2020 a Audi anunciou investimento de R$ 10 milhões em infraestrutura de recarga de veículos elétricos para instalação de 200 pontos até 2022 em shoppings, academias, hotéis, clubes e restaurantes, ou seja, localidades que o cliente frequenta e pode deixar o veículo carregando enquanto realiza outra atividade. No Rio de Janeiro, dois pontos de recarga serão apresentados nas próximas semanas.

A Audi do Brasil possui também uma parceria com EDP, Porsche e Volkswagen para instalar 30 estações de recarga ultrarrápida localizadas em estradas e rodovias pelo território brasileiro. Serão 29 estações de 150 kW e uma unidade de 350 kW. Estas e outras ações fazem parte do compromisso global da Audi de se tornar uma empresa 100% neutra em carbono até 2050.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *