Acidente mostra segurança dos caminhões da Fórmula Truck

Célula de sobrevivência do caminhão Iveco de Luiz Lopes evitou que piloto sofresse qualquer ferimento. Ele saiu sozinho do cockpit, foi examinado e pouco depois estava andando sem problema.

O acidente do piloto Luiz Lopes, na primeira fase da sexta etapa da temporada da Fórmula Truck, disputada domingo no Autódromo de Santa Cruz do Sul, Rio Grande do Sul, mostrou a boa segurança dos caminhões da mais popular categoria do automobilismo da América do Sul. Lopes bateu seu caminhão na barreira de pneus e no muro a cerca de 150 km/h e saiu sozinho do cockpit. O médico da categoria, Daniel de Moraes, realizou todos os procedimentos de segurança programados e poucos minutos depois o piloto já estava em pé e andando normalmente. O acidente foi provocado por derramamento de óleo do caminhão de Rogério Castro.

“Eu estava em sexta marcha a cerca de 170km/h quando peguei o óleo e virei passageiro. Quando fui para a grama, ainda tentei tirar do muro, mas não teve jeito. Na hora, quando senti que ia bater forte, tirei as mãos do volante e encolhi as pernas. O caminhão da Fórmula Truck é um dos carros de corrida mais seguros do mundo, pois também já bati em Guaporé e em Brasília, onde o acidente foi de frente. Apaguei rapidamente, mas assim como agora, nada sofri. Estou dolorido no tórax e na cintura, algo normal, pois o cinto me segurou ali. A segurança dos caminhões é tão boa que deixa o piloto mais à vontade para guiar“, disse Luiz Lopes que garante ter perdido seu Iveco tal a intensidade do acidente.

Essa é a mesma opinião de Altair Batista Félix, irmão de Aurélio Batista Félix, criador da categoria e projetista da estrutura tubular chamada de célula de sobrevivência. Altair é gerente geral da Fórmula Truck e também elogia esse ponto nos caminhões.

“Isso mostra a segurança dos nossos cockpits, que a cada acidente mais forte são analisados e, sempre que preciso, fazemos alterações para aumentar a segurança dos pilotos. Toda a estrutura, que chamamos de célula de sobrevivência, foi projetada pelo Aurélio e aperfeiçoada ao longo do tempo. A estrutura dos caminhões é semelhante em todos os caminhões, com pequenas variações devido às várias marcas e projetos dos fabricantes“, disse.

Toda a estrutura tubular é feita com tubos de aço, sem costura, que variam entre duas e 2,5 polegadas de espessura, reforçadas com chapas de ¼ de polegada. As soldas especiais melhoram o acabamento, pois não deixam quaisquer espaços. Em resumo: são mais homogêneas e fixam melhor.

“Com tudo isso, pudemos ver que o caminhão do Luiz Lopes saiu sem problemas na estrutura interna, como mostram as fotos do Iveco dele. Como caiu de lado depois da batida, a parte externa ficou danificada, também algo normal. Fica claro que, apesar da violência do acidente, pois é um caminhão de mais de quatro toneladas batendo a mais de 100 km/h, a estrutura não apresentou dobras nem nada. Mostrou que é robusta. E o melhor de tudo: o piloto saiu ileso e andando“, explica Altair.

Ingressos à venda pelo site da Fórmula Truck

Os ingressos para acompanhar a sétima corrida da 20ª temporada da Fórmula Truck, marcada para dia 13 de setembro, no Autódromo de Curitiba, capital do Paraná, podem ser adquiridos através do site www.lojaformulatruck.com.br/loja. As vendas pelo site se encerram na sexta-feira, dia 11 de setembro. Para acompanhar todos os treinos de sexta e sábado e a corrida das arquibancadas o preço é de R$ 35 com direito a um boné oficial da F-Truck, que deverá ser apresentado no domingo junto com o bilhete de entrada. Quem optar por comprar os tickets de arquibancadas nas bilheterias do autódromo entre os dias 11 e 12 de setembro (sexta e sábado) ainda ganha o boné, diferentemente dos que adquirirem somente no domingo (dia 13 de setembro), que não receberão.

Os ingressos de arquibancadas comprados pelo site devem ser retirados na bilheteria a partir das sexta-feira, dia 11 de setembro, mesma data para a retirada das credenciais (Paddock ou VIP), mas no contêiner de credenciamento. Os ingressos de arquibancada dão direito à visitação aos boxes somente no sábado no horário determinado pela organização. Para isso devem ficar atentos ao site da Fórmula Truck.

O bilhete de Paddock, ao preço de R$ 160, dá direito de acompanhar treinos e corrida de um local reservado pela organização próximo à área dos boxes, mas sem alimentação. No entanto, no domingo antes da prova, esse bilhete dá acesso à visitação aos boxes, somente para maiores de 16 anos. Além de tudo isso, a cada três ingressos de Paddock adquiridos se recebe uma credencial de estacionamento gratuito na parte interna do autódromo.

A credencial VIP, cujo preço é de R$ 660, dá ao portador acesso ao Camarote VIP da Fórmula Truck, com serviço de buffet incluso somente no domingo (13/9), além de participar da visitação aos boxes. A cada três ingressos VIP adquiridos o comprador tem direito a uma credencial de estacionamento numa área especialmente reservada. As credenciais de Paddock e VIPs podem ser pagas com cartão de crédito ou dinheiro. Tanto em treinos quanto na corrida é obrigatório o uso das credenciais, que devem estar penduradas no pescoço.

Seja nos pontos de venda, situados nos postos Petrobras da região – os locais serão divulgados em alguns dias – ou nas bilheterias do autódromo, a única forma de pagamento é em dinheiro. Para ter direito à meia-entrada, que é vendida somente na bilheteria do autódromo, é preciso apresentar a Carteira de Identificação Estudantil, dentro do prazo de validade, junto com documento de identidade oficial. Terão direito à entrada gratuita na arquibancada, Portadores de Necessidades Especiais (PNE), menores de oito anos, desde que acompanhados dos pais ou responsáveis, portando documentos, e idosos acima dos 60 anos, com Carteira de Identidade. A retirada dos ingressos tem de ser feita somente na bilheteria do autódromo.

É proibido entrar nas arquibancadas portando garrafas e copos de vidro.

Mais informações podem ser obtidas pelo email: ingressos@formulatruck.com.br
Twitter: @Formula_Truck ou pelo telefone: (13) 3299-1144

CALENDÁRIO DE 2015
1º de março – Caruaru (PE)
12 de abril – Campo Grande (MS)
17 de maio – Londrina (PR)
14 de junho – Velopark (RS)
12 de julho – Goiânia (GO)

9 de agosto – Santa Cruz do Sul (RS)
13 de setembro – Curitiba (PR)
4 de outubro – Guaporé (RS)
8 de novembro – Cascavel (PR)
6 de dezembro – São Paulo (SP)

Mais informações www.formulatruck.com.br
facebook.com/formulatruckoficial
twitter.com/formula_truck
instagram.com/formulatruckoficial

O Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck tem a supervisão da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) e patrocínio master da Petrobras e Crystal. As fabricantes de caminhões são Iveco, Ford, MAN Latin America, Mercedes-Benz, Volkswagen, Scania e Volvo.

260919_530023_img_20150812_wa0169 260919_530022_img_20150812_wa0167 260919_530020_img_20150812_wa0166 260919_530019_img_20150812_wa0165 260919_530018_img_20150812_wa0163 260919_530017_img_20150812_wa0160 260919_530016_img_20150812_wa0159 260919_530015_img_20150812_wa0157 260919_530014_img_20150812_wa0153 260919_530013_img_20150812_wa0152 260919_530012_img_20150812_wa0151

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *