Academia Shell Racing volta a Interlagos para a disputa da segunda etapa da Porsche Império Carrera Cup.

Contando com um ótimo retrospecto recente de seus pilotos, a Academia Shell Racing volta a pisar fundo no acelerador, neste sábado (14), no autódromo de Interlagos, em São Paulo, para a disputa da segunda etapa da Porsche Império Carrera Cup, o maior campeonato de Gran Turismo da América Latina.

Lico Kaesemodel quer superar os obstáculos da primeira etapa, disputada em Curitiba-PR. Apesar de cravar a pole position e liderar algumas voltas da primeira corrida do ano, o piloto paranaense, que compete pela categoria 4.0, não conseguiu somar pontos nas duas provas iniciais de 2018. Para mudar esse cenário, Lico aposta nos bons resultados que obteve ano passado, em Interlagos: foi segundo colocado em duas, das últimas quatro provas que disputou por lá.

Vitorioso na última vez que competiu no circuito paulista, Gaetano di Mauro, outro representante da Academia Shell no campeonato, espera repetir o feito.  O paulista de 20 anos, que disputa a temporada na classe Porsche Carrera Cup 3.8, também quer melhorar o resultado de sua estreia na categoria, quando não foi além de um sétimo lugar na segunda corrida. O piloto até poderia ter alcançado uma melhor colocação na etapa após liderar quase toda a primeira prova. No entanto, perdeu o controle do carro nas voltas finais e precisou abandonar.

O campeonato de Sprint da Porsche Carrera Cup é disputado sempre com duas provas por fim de semana, com 25 minutos mais uma volta cada. Os treinos acontecem na sexta-feira, enquanto as corridas são disputadas no sábado, com transmissão dos canais SporTV. A primeira prova deste fim de semana está marcada para as 10h, e a segunda tem início às 13h40.

O que eles disseram:

“Para mim, o campeonato vai começar em Interlagos. É certo que na abertura em Curitiba fizemos um excelente trabalho, foi nosso primeiro contato com o Porsche 4.0, fomos evoluindo nos treinos até conquistarmos a pole, o que foi sensacional. Porém, nas duas corridas, foi um caos. Acabei envolvido em acidentes e sequer marquei um único ponto. A sorte é que o regulamento prevê o descarte dos dois piores resultados no computo final da classificação. Assim, vamos tentar diminuir o prejuízo. Interlagos é uma pista que gosto muito e tenho um bom histórico”
Lico Kaesemodel

“Em nossa estreia com o Porsche, a velocidade esteve lá, mas os pontos escaparam. Agora, vamos trabalhar duro para a performance ser refletida em um grande resultado. Em minha última corrida em Interlagos, venci com o carro da Shell Racing e espero conseguir mais um grande resultado nesta semana”
Gaetano di Mauro

Sobre a Raízen:

A Raízen, licenciada da marca Shell no Brasil, se destaca como uma das empresas de energia mais competitivas do mundo e uma das maiores em faturamento no Brasil, atuando em todas as etapas do processo: cultivo da cana, produção de açúcar, etanol e energia, comercialização, logística interna e de exportação, distribuição e varejo de combustíveis. A companhia conta com cerca de 30 mil funcionários, que trabalham todos os dias para gerar soluções sustentáveis que contribuam para o desenvolvimento do país, como a produção de bioeletricidade e etanol de segunda geração a partir dos coprodutos da cana-de-açúcar. Com 26 unidades produtoras, a Raízen produz cerca de 2,0 bilhões de litros de etanol por ano, 4,2 milhões de toneladas de açúcar e tem capacidade para gerar cerca de 940 MW de energia elétrica a partir do bagaço da cana-de-açúcar. A empresa também está presente em 66 bases de abastecimento em aeroportos, 67 terminais de distribuição de combustível e comercializa aproximadamente 25 bilhões de litros de combustíveis para os segmentos de transporte, indústria e varejo. Conta com uma rede formada por mais de 6.000 postos de serviço com a marca Shell, responsáveis pela comercialização de combustíveis e mais de 950 lojas de conveniência Shell Select. Além disso, a companhia mantém a Fundação Raízen, que busca estar próxima da comunidade, oferecendo qualificação profissional, educação e cidadania. Criada há mais de 14 anos, a Fundação Raízen possui seis núcleos no interior do estado de São Paulo e um em Goiás e já beneficiou mais de 13 mil alunos e mais de 4 milhões de pessoas com ações realizadas desde 2012

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *