Fórmula 1 – Autódromo do Algarve negocia entrada na categoria, que seria o retorno de Portugal ao mundial.

De acordo com o site www.motorsport.com o Autódromo Internacional do Algarve entrou em negociações com a Liberty Media para que a Fórmula 1 retorne á Portugal. Este é um desejo antigo dos portugueses, mas vários fatores, com os econômicos à cabeça, impediram até agora que tal situação acontecesse.

O último Grande Prêmio de Portugal de Fórmula 1 aconteceu em 1996 no Circuito do Estoril, que recebeu a prova por 13 anos, desde 1984. As negociações estão ainda numa fase muito inicial, mas como é sabido o circuito está aprovado para receber a prova. A maior dificuldade poderá ser ‘arranjar espaço’ no calendário, uma vez que a França e a Alemanha retornam em 2018 à categoria. No entanto Sean Bratches, o responsável comercial da Liberty, já disse que o calendário poderá ser aumentado para mais do que 21 provas no futuro.

O Algarve nunca recebeu uma prova de Fórmula 1, mas já teve vários testes. incluindo testes oficiais em dezembro de 2008 e em janeiro de 2009. A semana passada Lando Norris também pilotou um McLaren no Algarve, como prêmio por ter vencido o ano passado o McLaren Autosport BRDC Award. Até este momento ainda não foi possível obter uma reação de Paulo Pinheiro, administrador do Autódromo Internacional do Algarve.

Lembramos que há menos de um ano, Isilda Gomes, presidente da Câmara de Portimão, pediu a António Costa, primeiro ministro, que traga a Fórmula 1 para Portugal: “Está na hora de começarmos a pensar na Fórmula 1” no Autódromo Internacional do Algarve, disse, no âmbito da inauguração do hotel de cinco estrelas que o Grupo Pestana abriu no verão passado junto àquele circuito. Um desafio ambicioso, mas que a organização entende ser justificado: “É um sonho. Não uma corrida de 100 metros, mas uma corrida de fundo e uma aposta vale a pena”, disse a autarca de Portimão ao Jornal Sul Informação.

Na sua resposta, António Costa aceitou o desafio e expressou valer a pena “assumir novos desafios”, dizendo para Isilda Gomes “O que nos propôs é bastante excitante, empolgante, vale a pena prosseguir com o trabalho”.

Como é reconhecido por muitos, o AIA (Autódromo Internacional do Algarve) é um dos melhores complexos para o automobilismo na Europa, o único em Portugal onde cabe hoje em dia a Fórmula 1, o Estoril está obsoleto tendo em conta o nível que a categoria exige a novas pistas.

Em breve saberemos se António Costa conseguiu inserir o país co-irmão na temporada 2018 da Fórmula 1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *