A McLaren não vai voltar este ano à Indycar, mas está pensando fazê-lo no futuro, segundo disse Mark Miles, responsável pela competição norte-americana.

Fernando Alonso participou na Indy 500 este ano, tendo faltado ao Grande Prêmio do Mônaco para participar na prova mais emblemática da competição, em um McLaren com motor Honda com apoio da Andretti.

Zak Brown, líder da McLaren, disse esta semana que é “totalmente falso” que Fernando Alonso volte a faltar à F1, neste caso Singapura, para correr na última prova da Indycar.

“Nós sabemos que existem hipóteses da McLaren voltar à Indianapolis 500 no próximo ano com a Andretti Autosport. A McLaren continua interessada em ter uma equipe tempo inteiro na competição, não em 2018 mas talvez em 2019. Zak Beown tem-me feito várias perguntas sobre a competição”, disse Mark Miles ao El Mundo Deportivo.