Fórmula 1 – Preview do Grande Prêmio dos Estados Unidos.

A Fórmula 1 dirige-se para Austin, no Texas, Estados Unidos, entre os dias 20 e 22 de outubro, para a primeira de duas corridas em solo americano nas próximas duas semanas. O México receberá a categoria máxima do automobilismo mundial na próxima semana, nos dias 27, 28 e 29. Os três pneus mais macios da gama da Pirelli foram selecionados para ambas etapas: o P Zero Amarelo macio, o P Zero Vermelho supermacio e o P Zero Roxo ultramacio. No entanto, para apoiar a fundação Susan G.Komen® – que será um dos destaques do Grande Prêmio dos Estados Unidos – os ultramacios serão, especialmente, feitos com a cor rosa, apenas neste fim de semana. Como foi o caso em outras situações este ano, esta escolha de compostos é um passo mais suave do que a feita em 2016, o que – em combinação com os novos regulamentos de 2017 e os pneus mais largos – provavelmente levará a que outro recorde de volta mais rápida seja quebrado, como também foi o caso em pistas recentes. O Circuito das Américas empresta elementos de outros locais famosos em seu desenho, tornando-o universalmente popular entre os pilotos. Contrariamente à maioria dos circuitos, seu traçado foi concebido no sentido anti-horário.

Os três compostos selecionados:

  A primeira curva é um desafio único: um grampo feito com chegada ascendente e com a saída em declive, onde é bem difícil acertar a forma correta de frear.

·         Existem vários locais oportunos para ultrapassagem, o que significa que as opções da estratégia na corrida são diversas.

·         O traçado possui três longas retas, que ajudam no resfriamento dos pneus em cada volta.

·         O clima pode ser bastante instável no Texas, podendo ir do sol forte até chuva pesada.

·         No ano passado, Lewis Hamilton venceu com uma estratégia de duas paradas nos boxes, enquanto Sebastian Vettel, com três, chegou no pódio.

Mario Isola, líder de competições de veículos da Pirelli: “Para os Estados Unidos, estamos, mais uma vez, levando uma gama mais suave de compostos do que fizemos em corridas anteriores lá, com o ultramacio disponível em Austin pela primeira vez. A novidade é que ele será feito na cor rosa, apenas para esta etapa, para destacar o brilhante trabalho feito pela fundação Susan G.Komen®. O uso do pneu ultramacio deve reduzir os tempos de volta, continuando a tendência que vimos ao longo da temporada. Austin, porém, é uma das pistas mais difíceis de prever, também devido ao clima instável. Já vimos uma grande variedade de estratégias de paradas nos boxes no passado. Isso pode envolver todos os três compostos desta vez, com o macio sendo, potencialmente, uma boa opção para a corrida também”.

 

O que há de novo:

 

·         O pneu ultramacio será usado no Circuito das Américas pela primeira vez e de uma forma única: com a cor rosa. Para mais informações, acesse https://racingspot.pirelli.com/global/en-ww/race/austin-in-the-pink

·         Carlos Sainz fará sua estreia pela Renault, e irá usar os pneus escolhidos por Jolyon Palmer. Daniil Kvyat, que substitui Sainz na Toro Rosso, usará as escolhas feitas pelo piloto espanhol. O vencedor das 24h de Le Mans deste ano, Brendon Hartley, irá pilotar pela Toro Rosso, com os pneus escolhidos pelo piloto russo.

·         Os líderes do campeonato fizeram escolhas levemente diferentes para a prova, com Lewis Hamilton escolhendo três jogos de pneus macios (o único piloto a fazer isso, ao lado de Pascal Wehrlein).

·         A Pirelli venceu em todas as categorias no Campeonato Europeu de Rally da FIA, com o polonês Kajetan Kajetanowicz conquistando o recorde de terceiro título consecutivo no geral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *