Toyota Racing Series: Mesmo com estreia difícil não tira foco e motivação de Collet.

O paulista Caio Collet volta às pistas a partir desta quinta-feira (23) para o início das atividades para a segunda etapa da Toyota Racing Series, principal campeonato de monopostos realizado na Nova Zelândia. No total, serão cinco finais de semana seguidos de disputas, sempre em rodada tripla.

 

A etapa deste sábado e domingo (25 e 26) acontecerá no curto traçado de 2,57 km de Teretonga Park, em Invercargill. A programação terá início com treinos coletivos na quinta-feira. Na sexta (24), serão mais três treinos livres. No sábado, acontece o classificatório para a corrida 1 e a disputa da primeira prova, a partir das 15h09 local (ainda 23h09 de sexta-feira no Brasil).

 

No domingo, os pilotos disputam o classificatório para a corrida 3. A segunda prova tem o grid definido pela ordem de chegada na corrida 1 e os seis primeiros invertidos. A corrida 2 acontecerá às 11h42 local de domingo (19h42 de sábado no Brasil) e a terceira às 16h06 local (0h06 de sábado para domingo no Brasil). As corridas 1 e 2 terão 20 voltas e a última prova 25.

 

Integrante do Renault Sport Academy, Collet participa da competição neozelandesa pela primeira vez a bordo do carro #23 da equipe MTEC Motorsport. No último fim de semana (18 e 19), na pista de Highlands Motorsport Park, o piloto mostrou velocidade, liderando um dos treinos livres, conquistando a pole para a corrida 1 e o segundo lugar no grid para a corrida 3. Mas, nas disputas das provas, alguns problemas tiraram o piloto do pódio.

Na corrida 1, Collet chegou a cruzar a linha de chegada em primeiro, após uma grande apresentação, mas foi punido em cinco segundos pelos comissários da prova, que alegaram que o brasileiro teria simulado uma largada enquanto aquecia os pneus na volta de formação do grid, o que é proibido pelo regulamento. Com o acréscimo, o piloto terminou a prova na sétima posição.

 

Nas duas corridas seguintes, o prejuízo acabou sendo maior. Collet tocou o muro logo após a largada da segunda prova e foi obrigado a abandonar. Sem tempo suficiente para arrumar a frente do carro para a corrida 3, o brasileiro nem largou após sentir que havia algo quebrado ainda na volta de aquecimento.

Mas são as dificuldades que também fortalecem, principalmente no esporte. Por isso, Collet segue focado e espera dar a volta por cima a partir deste fim de semana.

“Depois de disputar a primeira etapa, estou bem motivado para voltar. A melhor forma de ‘curar’ um fim de semana ruim é correndo de novo e buscando os pódios e as vitórias. Então, estou focado ao máximo pra isso”, destacou o piloto de 17 anos.

 

“Ainda não conheço a pista de Teretonga Park. Vai ser um traçado novo, como todos os outros aqui na Nova Zelândia, mas nosso carro esteve muito bem na primeira etapa e vamos trabalhar muito para continuar assim. A expectativa é grande e acredito que temos boas chances de seguir mostrando muita competitividade”, finalizou Collet.

A Toyota Racing Series é disputada com os mesmos chassis da Fórmula Renault Eurocup (FIA F3 Tatuus) e pneus Hankook. Por isso, também é considerada um ótimo preparativo para a temporada 2020 do campeonato europeu, onde Collet fará sua segunda temporada este ano a partir de abril.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *