Stock Car abre segunda metade com favoritos em xeque

Equipes emergentes ameaçam encerrar domínio das grandes nesta temporada 
A segunda metade do calendário 2014 da Stock Car será aberta neste fim de semana no Autódromo Internacional de Curitiba-Pinhais em meio a um quadro incomum nos últimos 10 anos da principal categoria do automobilismo brasileiro. Depois de dividirem os holofotes neste período, as equipes grandes e donas dos maiores orçamentos estão sendo superadas por emergentes que até então vinham se conformando com o papel de coadjuvantes. Red Bull e RC, reconhecidas como as maiores forças do grid, estão respectivamente apenas nas 6ª e 8ª colocações, enquanto a Prati-Mico’s Racing, que só conquistou sua primeira vitória na Stock Car neste campeonato depois de uma longa fase no pelotão intermediário, vem liderando a classificação.Se o regulamento técnico está praticamente congelado há dois anos – a introdução do câmbio eletrônico é a maior novidade deste campeonato -, então a explicação para essa mudança no status quo da Stock Car parece estar associada ao novo formato desportivo. As duas corridas da maior parte das etapas – as exceções foram a prova de abertura em São Paulo, a Corrida do Milhão e o circuito de rua de Salvador – deixaram as equipes com enorme interrogação na hora de traçar a estratégia. Na Prati-Mico’s Racing, no entanto, a forma de encarar a rodada dupla sempre ficou bem clara: somar o maior número de pontos possível, mesmo que isso signifique abrir mão de uma eventual vitória. “O importa é terminar a última corrida na frente de equipes e pilotos”, sustenta o diretor-técnico Juan Carlos “Mico” Lopez.

O planejamento da Prati-Mico’s Racing vem funcionando. Além de liderar entre os times, com 166 pontos contra 149 da Full Time, os seus pilotos continuam firmes na briga pelo título. O paranaense Júlio Campos divide a quarta colocação com Marcos Gomes, mas está a apenas dois dos vice-líderes Rubens Barrichello e Sérgio Jimenez e a 13 do ponteiro Átila Abreu. O amazonense Antonio Pizzonia, seu parceiro e contratado neste ano para ajudar no salto de qualidade pretendido, ocupa a 9ª posição com 75. Como cada rodada distribui 39 pontos, a luta está completamente em aberto.

Além da excelente forma – vem da pole e do segundo lugar na corrida 1 em Cascavel há duas semanas -, a Prati-Mico ‘s Racing está animada por regressar aos seus domínios, já que a sede da equipe fica a poucas centenas de metros do autódromo do pequeno município da região metropolitana de Curitiba. Nesta sexta-feira, no período da manhã, duas sessões de treinos extras abrirão a programação oficial e encerrarão a agenda de eventos promocionais a que os pilotos foram submetidos nos últimos dias. Na quarta-feira, por exemplo, Campos recebeu os torcedores para um desafio de troca de pneus no Parque Barigui e atendeu a compromissos com a imprensa. No fim da tarde de hoje, ao lado de Pizzonia, estrelaria uma sessão de autógrafos em São José dos Pinhais, outra cidade vizinha da capital paranaense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *