Mundial de F-2 está de luto pela morte de Anthoine Hubert.

Neste fim de semana o Autódromo de Spa-Francochamps, na Bélgica, recebeu os pilotos e equipes do Mundial de F-2 para a nona rodada dupla do Campeonato Mundial. Assim como as demais provas do ano a programação estava prevista para sexta, sábado e domingo composta por treino livre, tomada de tempos e duas corridas. Acontece, porém, que um trágico acidente no início da corrida de sábado encerrou prematuramente a programação e acabou por levar a morte o piloto francês Anthoine Hubert e deixar gravemente ferido o norte-americano Juan Manuel Corrêa.

 

Atualmente na terceira posição do Campeonato o jovem brasileiro Sérgio Sette Câmara (YOUSE | BMG | MRV | CCR | CEMIG | GASMIG | CBMM | COPASA) vivenciava uma rodada de crescimento. Após posicionar-se no oitavo lugar no treino livre, realizada na manhã de sexta-feira, o piloto do carro #5 da equipe francesa DAMS conseguiu com seus engenheiros um bom acerto para o seu equipamento. Assim, na tomada de tempos, foi o segundo mais veloz da pista garantindo-se, assim, com um lugar na primeira fila para a prova.

 

A primeira corrida do fim de semana teve a sua largada autorizada pontualmente às 17 horas de sábado. Sérgio, após ser escorado por um dos concorrentes na primeira curva, acabou caindo para a quarta posição, mas, seguiu veloz no encalço dos líderes. A esta altura todos os carros estavam muito próximos e, ao final da primeira volta, menos de dois segundos separavam os quatro primeiros. Na segunda volta, porém, ainda no primeiro setor da pista, um grava acidente envolvendo os pilotos Giuliano Alesi, Juan Manuel Corrêa e Anthoine Hubert levou à interrupção da corrida em bandeira vermelha e, logo em seguida, o cancelamento completo da prova.

 

Após momentos de muita tensão em todo o autódromo, em que a falta de informação causava ainda mais ansiedade em todos, por volta das 18:40h. da tarde da FIA emitiu um comunicado oficial informando que Hubert havia falecido em virtude das lesões ocasionadas pelo acidente. Corrêa, por sua vez, estava consciente, à caminho de uma cirurgia para correção em fratura nas duas pernas. O piloto norte-americano teve ainda uma leve fratura na coluna, porém, sem necessidade de intervenção cirúrgica.

 

“Vivemos aqui em Spa um fim de semana extremamente triste para toda a família da F-2. Quando entramos em nossos carros nos sentimos em verdadeiras armaduras. Ao ver um concorrente falecer na pista, que a todo fim de semana estava ali ao meu lado, o sentimento de tristeza e impotência é extremamente grande. Rezo a Deus que receba o Anthoine de braços abertos, ao mesmo tempo que conforte seus familiares neste momento inexplicável. Descanse em paz amigo”, comentou Sette Câmara.

 

Sobre o local do acidente, Sérgio comentou sobre a velocidade em que os carros contornam aquela curva. “Aquele é um dos pontos mais velozes da pista. É uma curva muito rápida, cega e, nas primeiras voltas, com os carros ainda muito próximos, chegamos ali com pouquíssimo downforce. O volante fica muito leve e, exatamente por isso, qualquer detalhe que saia do procedimento normal, pode tomar grandes proporções exatamente como aconteceu”, explicou.

 

O Campeonato Mundial de F-2 retoma o seu calendário já na próxima semana, com o Grande Prêmio da Itália.  As disputas terão vez no Autódromo de Monza, entre os dias cinco e sete de setembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *