Mercado Internacional – Um dos quatro Ferrari 290 MM produzidos vai a leilão em dezembro.

Será a RM Southeby que fará o leilão no dia 8 de dezembro como parte do evento de vendas do Peterson Automotive Museum, do Ferrari 290 MM by Scaglietti de 1956 com o chassis 0628, chancela da Ferrari Classiche e o último de quatro carros construídos pela Ferrari.

 

Este carro especifico está autenticado pela divisão de clássicos da Ferrari e foi conduzido por pilotos como Juan Manuel Fangio, Phil Hill, Peter Collns, Wolfgang Von Trips, Olivier Gendenbien, Engenio Castellott e Sterling Moss. Este Ferrari 290 MM by Scaglietti com o chassis 0628 começou a sua vida competitiva na 1000 Milglia de 1959, na especificação 860 Monza, terminando em segundo com Peter Collins e Louis Klemantaski. Mais tarde, o carro terminou o targa Florio no 4º lugar, antes de ser segundo na prova de montanha de Aosta-Gran San Bernardo- Competiu no GP da Suécia.

 

Já em 1957, o carro recebeu uma alteração e passou para a versão 290 MM e esteve presente, nessa forma, nos 1000 km de Buenos Aires e nas 12 Horas de Sebring, sendo mais tarde conduzido por Stirling Moss nas Semanas de Velocidade das Bahamas de 1957, reclamando a vitória na “Memorial Race” e no “Nassau Trophy race”.

 

O chassis 0628 andou de mão em mão e esteve presente em 2011 no Goodwood Revival, no Tributo a Juan Manuel Fangio, até chegar a este leilão. O motor é um Tipo 130 com 3.5 litros. O bloco é um V12, tem duas velas por cilindro, válvulas alargadas, taxa de compressão de 9:1 e cárter seco, com uma caixa Tipo 530 colocada no eixo traseiro. A RM Southeby não indicou uma estimativa de valor, mas acredita-se que atinja muitos milhões de euros.

Galeria de Imagens:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *