Mercado Internacional – Bentley EXP 100 GT: o protótipo do centenário da casa britânica.

Este protótipo revela aquilo que poderá ser um Bentley em 2035, marca que cumpre o seu centenário, sendo que é a única marca de prestígio juntamente com a Rolls Royce que pode celebrar 100 anos de vida. Apesar de ser britânica apenas na origem, já que pertence hoje ao grupo VW, a verdade é que a Bentley nunca perdeu de vista a sua tradição e a forma como constrói os seus carros. O símbolo da marca – o B com asas – foi renovado e parece que a marca também se vai renovar para o futuro. O EXP 100 GT mostra isso mesmo.

Com 5,4 metros de comprimento e 2,4 metros de largura, o protótipo apresentado pela Bentley casa de forma perfeita o moderno, o futurista e o rétro, num carro belíssimo que merecia ser feito… já! A frente com os faróis típicos da bentley, mas com diamantes, a grelha generosa igualmente com diamantes, enfim, um estilo muito belo.

O resto do carro lembra os modelos dos anos 50 – 60, com as cavas das rodas bem pronunciadas que terminam numa traseira fechada do mais belo efeito.

O interior não deixa de ter requinte e luxo, mas com materiais recicláveis, nomeadamente, madeiras oriundas de árvores caídas no solo e não arrancadas, sub-produtos da vinha, enfim, um interior totalmente diferente do universo de couro e madeiras exóticas. A mecânica é totalmente elétrica, com quatro unidades, uma por roda, que são controláveis individualmente através de um avançado programa de vectorização de binário. O carro pesa 1900 kgs sendo feito em alumínio e carbono, um valor excelente se pensamos que um Continental GT com menos de 5 metros pesa 2200 kgs.

As baterias do EXP 100 GT serão de nova geração, com maior densidade energética que permite reduzir de forma sensível o peso e oferecer uma autonomia de 700 km. Com a possibilidade de recarregar 80% da capacidade da bateria em apenas 15 minutos. Contas feitas são 816 CV e 300 km/h de velocidade máxima.

A Bentley está a caminho de eletrificar a sua gama – o Bentayga é o primeiro, os Continental serão mais complicados devido ao chassis que usam – e o futuro ainda é desconhecido, pois este EXP 100 GT aponta para 2035. Veremos o que vai suceder á Bentley no futuro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *