Mercado Europeu – As primeiras imagens do ensaio do “KIA RIO 1.0 T-GDI”.

A quarta geração do Rio tem argumentos de sobra para lançar a KIA no competitivo mercado dos utilitários, sem qualquer tipo de preconceito. E a versão 1.0 T-GDI, com um espevitado motor a gasolina de 100 cv, aparece bem posicionada face à concorrência externa e interna (variantes diesel).

Diesel ou gasolina? A eterna dúvida parece cada vez ser menos… eterna! Agora que as leis contra as emissões diesel apertam e as montadoras estão reforçando a aposta nos motores a gasolina! E é neste contexto que o Kia Rio 1.0 T-GDI aparece como proposta para levar muito a sério no segmento dos SUVs, que não têm qualquer problema em aventurar-se fora da cidade. A aguerrida motorização de litro, sobrealimentada com um turbocompressor, recebe as honras da unidade mais potente da gama (entre as versões gasolina e diesel), com os “nervosos” 100 cv que, na prática, parecem ser até mais.

Só o fato dos três cilindros destoar, mas a disponibilidade do pequeno motor é garantia de animação constante, sem recurso constante à bem escalonada caixa de cinco velocidades, fruto de um  binário disponível logo a partir das 1500 rotações, como se da versão diesel se tratasse. Perante a energia disponibilizada, os consumos não se ressentem, com os valores de 5,8 litros/100 km a serem mais realistas que os de 4.5 litros/100 km anunciados oficialmente, o que nos leva a questionar se os 19.300 € pedidos não serão melhor aposta que os 22.830 € (mais 3530 €) que  custa a versão topo de gama diesel (1.4 CRDi, com somente 90 Cv). Muito provavelmente, serão, mas dependerá sempre da quantidade de quilômetros que fizer por ano. Decisões à parte, há muito para encantar neste novo Kia Rio. Se, por exemplo, os materiais internos mereciam outra qualidade, nada há a apontar ao estilo moderno do habitáculo que concentra grande parte dos comandos no volante, mas que não  dispensa alguns comandos rotativos e ergonômicos no console. Tudo “arrumadinho”, pragmático e bem servido por um écran tátil de 7’’ de alta resolução, que na versão TX (a mais equipada) não im- plica abrir mais o porta luvas, o que também sucede com a sempre útil câmara de marcha-atrás, mesmo que o Rio não tenha dimensões exteriores exageradas (4.065 metros).

Aliás, é no equipamento de série que o Rio mais se torna aliciante e a presença do sistema cruise control e de controlo de pressão dos pneus, do ar condicionado (manual), de ligações Bluetooth ou USB, de faróis LED, de sensores de luz/chuva, dos retrovisores elétricos com “piscas” e do sistema de navegação que deixa claramente a ideia de que os orientais já assimilaram as exigências dos mercados europeus, onde uma recheada lista de equipamento é sempre sinônimo de superior cota de vendas. Se à frente não há problemas de espaço, atrás é difícil acomodar três passageiros,
mas duas pessoas viajam tranquilamente, da mesma forma que os 325 litros do porta malas são também suficientes para alojar as principais “malas”.

Ao nível do conforto, o amortecimento deste KIA Rio foi pensado para poupar o corpo, com a afinação de suspensão a caracterizar-se pela suavidade, privilegiando a comodidade e prejudicando a eficácia do comportamento em ritmos mais elevados pelo adornar da carroçaria, o que não se pode, todavia, condenar, num carro que foi projetado sob o desígnio de um compacto familiar. Atrativo suplementar e bem reputado continuam a ser a oferta dos 7 anos ou 150 mil quilômetros de garantia, que bem puderam ajudar a desequilibrar a balança para o lado da KIA, no dia da decisão de compra!

 

Preço: 19 300€

Ficha Técnica: Motor 3 Cil., Inj. Direta, Gasolina, 998 Cm3; Potência 100 Cv/4500 RPM; Binário 172 Nm/1500-4000 RPM; Transmissão Dianteira, Cx. Manual 5 Vel.; Suspensão: Tipo McPherson à Frente e Independente, Eixo de Torção atrás; Travagem DV/T; Peso 1155 Kg; Mala 325 (810) Litros; Depósito 45 Litros; Vel. Máx. 188 Km/H; Aceleração 0-100 Km/H 10,7s, Consumo Médio, 4,5 L/100 Km/5,8 L/100 Km (Autosport); Emissões 102 G/Km

Imagens:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *