Márquez faz melhor tempo no segundo dia de testes da MotoGP.

Em um novo dia marcado pela intempérie, Marc Márquez voltou ao topo da lista de tempos da MotoGP em Sepang, a pista malaia que recebe nesta semana a segunda bateria de testes da pré-temporada 2015 da classe rainha.

O bicampeão completou um total de 63 voltas e percorreu na melhor delas 1min59s844. O tempo foi apenas 0s058 mais veloz do que de outro bicampeão. Jorge Lorenzo colocou a Yamaha em segundo, logo à frente do italiano Andrea Iannone, com a Ducati, que virou na casa de 2min00s098 sua melhor marca.

 

O segundo dia da penúltima bateria de treinos coletivos em Sepang, nesta terça-feira (24), foi novamente marcado pela instabilidade do tempo. Apesar disso, as equipes e pilotos tiveram tempo de dedicar a tarde, especialmente, às simulações de corrida, aproveitando uma inesperada queda brusca de temperatura. Assim, o fim do teste viu as melhores voltas do dia. E Márquez não deu chances.

O espanhol da Honda estabeleceu o tempo mais rápido depois de um primeiro dia de atividades cheio de problemas, principalmente com relação aos freios. O atual campeão terminou a sessão com 1min59s844. Além de Marc, apenas Lorenzo conseguiu uma volta abaixo dos dois minutos. O representante da Yamaha fechou os trabalhos apenas 0s058 atrás do compatriota, mostrando um ritmo bastante consistente. O bicampeão ainda foi o homem que mais andou em Sepang. Ao todo, Jorge andou por 71 giros.

O dia também foi da Ducati. A equipe italiana apresentou um desempenho sólido e colocou seus dois titulares logo atrás dos ponteiros. Andrea Iannone cravou 2min00s098 e ficou a 0s254 do líder. O xará Andrea Dovizioso apareceu em seguida, com 2min00s250, quatro décimos pior que Márquez.

Trabalhando na suspensão do protótipo da Honda, Dani Pedrosa completou os cinco primeiros. Depois de liderar o dia inicial de treinos ontem, Valentino Rossi passou a sessão avaliando componentes da parte dianteira de sua M1.O italiano finalizou as atividades em sexto, quase meio segundo mais lento que os dois ponteiros.

 

Bradley Smith colocou a Yamaha da Tech 3 na sétima posição, seguido por Cal Crutchlow, com a Honda da LCR. Aleix Espargaró liderou um dia de progressos com a Suzuki e fechou os testes com a nona melhor marca, logo à frente do irmão Pol Espargaró.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *