quais efeitos colaterais do ivermectina how does ivermectin work para que serve o remédio chamado ivermectina ivermectina para wue se usa ivexterm dosis para adultos how does ivermectin kill scabies mites

Márcio Campos conquista o tricampeonato em corrida dramática em Viamão.

Piloto da Sicredi Racing termina etapa final sétimo e tem título do Mercedes-Benz Grand Challenge confirmado pelo critério de desempate.

O piloto gaúcho Márcio Campos, de 27 anos, conquistou neste domingo (3) seu terceiro título consecutivo no Mercedes-Benz Grand Challenge. Ele foi sétimo colocado na oitava e última etapa da temporada de 2013, disputada no Autódromo Internacional de Tarumã, em Viamão (RS). A vitória foi do mineiro Edson Coelho Júnior, da RSports. O paulista Neto de Nigris, segundo na prova, conquistou o vice-campeonato pela segunda vez.

Foi uma decisão dramática para Márcio Campos. Tendo conquistado a pole-position horas antes da corrida, ele tinha no carro um peso extra de 50 kg, artifício previsto no regulamento por ter sido o vencedor da corrida anterior – foi ao topo do pódio pela primeira vez no sábado (2), na abertura da rodada dupla. Na largada, o gaúcho foi superado por Coelho Júnior, que abriu vantagem e só não liderou a prova durante os pit stops obrigatórios.

Campos, com o ritmo comprometido pelos 50 quilos do chamado “lastro de sucesso”, foi ultrapassado na por De Nigris na sétima volta sem oferecer resistência – com o adversário paulista em segundo, o sétimo lugar lhe seria suficiente para o terceiro título consecutivo. Meta que tornou-se difícil na nona volta, quando o piloto gaúcho teve o carro número 31 da Sicredi Racing tocado pelo de Cesare Marrucci. Campos rodou e caiu para 13º.

“Não entendi aquela atitude do Cesare, mas tenho certeza de que não foi intencional. Tanto é que logo depois da corrida ele veio ao meu box e pediu desculpas”, revelou o tricampeão, que voltou à pista depois da rodada tendo de empreender uma corrida de recuperação. Na décima volta ele superou Peter Michael Gottschalk e passou a ser 12º. Na volta seguinte, numa tentativa de ultrapassagem sobre Rafael Zappelini, quase teve de desistir da prova.

“Coloquei por dentro na reta dos boxes para passar o Zappelini e ele me bloqueou. Meu carro chegou a tocar o muro, felizmente consegui continuar na corrida”, narrou Campos, que fez a ultrapassagem sobre o piloto catarinense já na 11ª volta, executando a manobra pelo lado externo da curva Um do circuito gaúcho. Campos passou a ser décimo na 12ª volta, superando Léo de Nigris, e subiu para nono na volta seguinte, ultrapassando Beto Rossi.

Depois de cumpridos todos os pit stops obrigatórios, Campos ocupava o décimo lugar na corrida. Na 20ª volta, ultrapassou Peter Gottschalk Júnior e assumiu o nono lugar. Uma volta depois, herdou o oitavo lugar quando Betinho Sartório teve um problema momentâneo. Faltava uma posição para o título, que foi conquistada a seis voltas do fim da corrida, com a ultrapassagem sobre Linneu Linardi. O gaúcho manteve-se em sétimo até o fim.

“Foi sofrido, eu não esperava que fosse tão difícil. Sempre tive disputas muito limpas com os três primeiros e nunca deixei de acreditar no título. Mesmo quando rodei e o motor do carro apagou eu sabia que tinha condição de tentar um resultado suficiente para o tricampeonato”, falou, aliviado. “Depois de tocar o muro naquela tentativa de ultrapassagem eu tive de me controlar, precisei ter muita consciência para fazer a coisa certa. E deu certo”.

Em sua campanha rumo ao terceiro título consecutivo no Mercedes-Benz Grand Challenge, Márcio Campos conquistou três vitórias, dois segundos lugares, um terceiro, um sétimo e um nono. A Sicredi Racing teve cooperação técnica da Motortech Competições, equipe comandada por Adilson Morari. No carro número 31, o novo tricampeão exibiu as logomarcas de Icatu e Mapfre, seguradoras parceiras da Corretora de Seguros Sicredi.

Depois de 34 voltas, o resultado final da oitava e última etapa do Mercedes-Benz Grand Challenge, em Viamão, foi o seguinte:

1º) Edson Coelho Júnior (MG/RSports), 45min12s862
2º) Neto de Nigris (SP/Europamotors-Gramacho Racing), a 17s822
3º) Arnaldo Diniz Filho (SP/Dragão Motorsport), a 24s356
4º) Rubens Tilkian (SP/Dragão Motorsport), a 30s332
5º) Fernando Amorim Júnior (SP/Fiolux-RSports), a 31s036
6º) Cesare Marrucci (SP/W Racing), a 43s535
7º) Márcio Campos (RS/Sicredi Racing), a 44s816
8º) Linneu Linardi (SP/Manelão Competições), a 53s800
9º) Marcos Paioli/Peter Gottschalk Jr. (SP/Paioli Racing), a 1min00s293
10º) Léo de Nigris (SP/Europamotors-Gramacho Racing), a 1min13s386
11º) Rafael Zapelini (SC/Rodoerre Racing), a 1 volta
12º) Betinho Sartório (ES/Della Via Racing), a 1 volta
13º) Beto Rossi (SP/RSports), a 1 volta
14º) Peter Michael Gottschalk (SP/Paioli Racing), a 1 volta
15º) Tales Lombardi/Gustavo Marques (SP/Paioli Racing), a 4 voltas
NÃO COMPLETOU
Roberto Santos (SP/Della Via Racing), a 32 voltas
Melhor volta: Coelho Júnior, na 4ª, 1min14s821, média de 146,22 km/h

Depois de oito corridas, e já aplicado o critério de desempate nas três ocorrências verificadas, a classificação final do Mercedes-Benz Grand Challenge em 2013 é a segunte:

1º) Márcio Campos (RS/Sicredi Racing), 125
2º) Neto de Nigris (SP/Europamotors-Gramacho Racing), 125
3º) Edson Coelho Júnior (MG/RSports), 105
4º) Rubens Tilkian (SP/Dragão Motorsport), 103
5º) Fernando Amorim Júnior (SP/Fiolux-RSports), 76
6º) Cesare Marrucci (SP/W Racing), 67
7º) Arnaldo Diniz Filho (SP/Dragão Motorsport), 67
8º) Marcos Paioli (SP/Paioli Racing), 55
9º) Léo de Nigris (SP/Europamotors-Gramacho Racing), 54
10º) Peter Gottschalk Júnior (SP/Paioli Racing), 52
11º) Peter Michael Gottschalk (SP/Paioli Racing), 46
12º) Betinho Sartório (ES/Della Via Racing), 36
13º) Fernando Júnior (RS/WRC), 30
14º) Linneu Linardi (SP/Manelão Competições), 30
15) Beto Rossi (SP/RSports), 29
16º) Roberto Santos (SP/Della Via Racing), 23
17º) Rafael Zapelini (SC/Rodoerre Racing), 25
18º) Raphael Teixeira (GO/Rodoerre Racing), 14
19º) Humberto Santos (SP/RSports), 9
20º) Tales Lombardi/Gustavo Marques (SP/RSports), 6
21º) Jorge Tamake Júnior (SP/Paioli Racing), 4

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *