João Oliveira é o novo presidente da ABEIFA.

Eleito para o mandato 2020-22, executivo da Volvo Car Brasil substitui José Luiz Gandini, da Kia Motors do Brasil.

 

João Henrique Garbin de Oliveira, diretor geral de Operações e Inovação da Volvo Car Brasil, foi eleito na última quarta-feira, 11/3, presidente da Abeifa – Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores, em chapa única formada por seu vice-presidente Divanildo Albuquerque (Jaguar Land Rover) e Julia Boch Rios (Porsche), para o mandato de 2020-2022.

 

João Oliveira substitui José Luiz Gandini, presidente da Kia Motors do Brasil, que encerrou seu quarto mandato, em dois períodos distintos de quatro anos.

 

O executivo da Volvo Car Brasil é o nono presidente da Abeifa, fundada em 15 de março de 1991. Nesses 29 anos, a presidência da entidade foi ocupada por Emilio Julianelli (1991-1996), José Carlos Gandini (1996-1997), Daniel Buteler (1997-1998), José Luiz Gandini (1998-2000/2006-2008/2010-2012/2016-2018 e 2018-2020), André Muller Carioba (2002-2006), Henning Dornbusch (2008-2010), Flavio Padovan (2012-2014) e Marcel Visconde (2014-2016).

 

A Abeifa chegou a ter em seus quadros 32 montadoras internacionais, das quais 14 delas passaram a constituir unidades fabris no País a partir de 1996. Hoje, a entidade representa 15 associadas: BMW, BYD, CAOA Chery, Ferrari, JAC Motors, Jaguar, Kia Motors, Lamborghini, Land Rover, Maserati, Mini, Porsche, Rolls Royce, Suzuki e Volvo.

 

O novo presidente da Abeifa tem uma história de mais de 16 anos na Volvo. Formado em Engenharia Mecânica, João Oliveira ingressou como estagiário e passou por diversas funções. Na diretoria da empresa, ficou à frente das operações de mercados importadores para América Latina e Caribe, passando em seguida a diretor comercial da operação brasileira até ocupar o posto de diretor geral de Operações e Inovação para o Brasil.

 

“Em nossa gestão, pretendemos fortalecer o setor por meio de seu mais importante trunfo, que é o de trazer e mostrar inovação tecnológica, sempre de vanguarda, dos veículos automotores projetados, desenvolvidos e comercializados nos principais polos produtivos e mercados do mundo. Como vivemos uma realidade de grandes transformações na indústria automobilística, priorizaremos uma política de cooperação com a Anfavea, Fenabrave, Sindipeças e todas as demais entidades integrantes da cadeia automotiva brasileira, com o objetivo de cooperar com o processo de construção do futuro do setor”, enfatiza João Oliveira.

 

Na avaliação do novo presidente, “em 29 anos de história da Abeifa, o impacto negativo do imposto de importação de 35% e da elevada cotação do dólar e do euro no setor de veículos importados não tem precedentes. Por isso, vamos dar continuidade à gestão anterior nesse quesito, no sentido de negociar junto ao Governo Federal a redução do imposto de importação dos atuais 35% para 20%, alíquota equivalente à TEC – Tarifa Externa Comum do Mercosul”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *