Fórmula Indy – Simon Pagenaud tem “margem para melhorar”.

Simon Pagenaud está confiante de que a Penske ainda tem margem para melhorar, apesar da sua equipe ter dominado a temporada de 2016.

O campeão IndyCar em título bateu os seus companheiros de equipe, Will Power e Hélio Castroneves na temporada passada, a sua primeira na categoria.

Para além das três primeiras posições do campeonato, a Penske venceu 10 das 16 corridas que compunham o campeonato.

A equipe de Roger Penske manteve o seu trio de pilotos e ainda contratou o jovem Josef Newgarden para 2017. O norte-americano foi quarto no campeonato do ano passado.

No entanto Pagenaud diz que ainda pode fazer mais e não ‘dorme’ sob os louros conquistados. “Acho que tem a ver com ser disciplinado. É fácil relaxar quando já se ganhou uma vez. Tenho de refletir no que fiz em 2016 e melhorar física e mentalmente, todos os aspetos da direção. Posso melhorar muitas dessas coisas”, considera o francês.

“E depois tem a equipe de corrida. Sou basicamente o ‘quarterback’ (o lançador de ataque no futebol americano) da minha equipe e tem a ver com focarmos em cada corrida, em cada treino, em cada qualificação e procurar ver como podemos fazer melhor”, fala o campeão da IndyCar,

“Uma das coisas que temos de fazer uma vez que ganhamos é não ficarmos dormindo sob os nossos louros e continuar dando o máximo para conseguir mais. Por isso ter vontade de ganhar é muito importante para toda a gente. Não apenas para mim mas para toda a equipe”, refere ainda Simon Pagenaud.

O piloto gaulês admite que um dos aspetos que tem melhorar é seu nível de condução durante uma volta nas pistas ovais.

“Uma das razões talvez seja o facto de eu precisar de uma abordagem diferente em termos de qualificação. Embora se olharmos para 2015 consegui qualificar-me bem mas não estive bem nas ‘speedways’. Tenho de ajustar a minha condução. Tem a ver com perceber o que posso fazer diferente”, acrescenta Pagenaud.

A primeira corrida da temporada da IndyCar Series incia-se a 12 de março em St.Petersburg, na Florida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *