Fórmula E – Categoria muda o formato de classificação para a temporada 2022.

Desde a temporada 2018-2019, a Fórmula E tem usado um sistema de grupos de classificação, em que os pilotos são divididos em grupos de seis de acordo com a classificação do campeonato, passando os seis primeiros classificados à discussão da Super Pole, saindo um a um para tentar conquistar o melhor tempo. O que acontece é que os pilotos melhor classificados vão para a pista primeiro, na fase de grupos e têm as piores condições de pista, terminando regularmente nas últimas linhas da grid de largada. Isso tem contribuído para a batalha pelo título permanecer imprevisível, mas os pilotos foram muito críticos do formato.

 

Ouvindo o feedback dos pilotos, o promotor se prepara para alterar o formato da classificação a partir do próximo ano. Ainda falta a aprovação em Conselho Mundial da FIA, mas o novo formato deverá passar pela divisão dos pilotos em dois grupos. Os quatro pilotos mais rápidos de cada grupo avançam para a fase seguinte, que consistirá de duelos dois a dois, os vencedores passam para as meias finais, sendo que os dois pilotos mais rápidos disputam a pole na final.

 

Alberto Longo da Fórmula E, em conferência de imprensa no México, afirmou ser uma tentativa de simplificar o formato. “Este é o resultado do desejo de simplificar o formato da corrida. Voltamos ao básico, mas também queremos permanecer inovadores. Esse formato é muito compreensível, pois todos entendem como funciona um torneio de tênis. Visualmente é atraente e na televisão será espetacular”.

 

A temporada 2021-2022 da Fórmula E começa a 28 de janeiro na Arábia Saudita.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *