Fórmula 1 – Williams e Racing Point seguem McLaren e tomam medidas para contenção dos custos.

Depois da McLaren ter tomado medidas para contenção de custos é a vez da Willimas seguir o exemplo colocando o seu staff em licença.

 

Apenas parte do staff da equipe ficará em casa, tal como acontece na McLaren e também os altos funcionários da equipe receberão cortes no salário, tal como os pilotos George Russell e Nicholas Latifi.

 

“Devido à situação atual envolvendo o Covid-19, a ROKiT Williams Racing está temporariamente a colocar de licença vários funcionários como parte de uma ampla gama de medidas de corte de custos”, confirmou a equipa num breve comunicado.

“O período de licença durará até o final de maio, enquanto a administração e os pilotos terão um corte salarial de 20% a partir de 1º de abril. Essas decisões não foram tomadas de ânimo leve, no entanto, o nosso objetivo é proteger os empregos de nossa equipa em Grove e garantir que eles possam retornar ao trabalho de tempo integral quando a situação permitir”.

 

Também a Racing Point anunciou medidas semelhantes, com parte do staff a ser colocado em licença e com os pilotos Sergio Pérez e Lance Stroll a aceitarem cortes nos seus salários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *