Fórmula 1 – Um acordo com a Renault deverá manter Alonso na McLaren.

A horas de anunciar que motores terá a McLaren em 2018, o patrão da equipe deixou bem claro que um acordo com a Renault poderá garantir a continuidade de Fernando Alonso na equipe de Woking, já que a possibilidade de ter um propulsor mais competitivo e confiável que o atual Honda é uma condição essencial para o piloto de Oviedo se manter na equipe. Esta ideia foi reforçada com declarações recentes de Yusuke Hasegawa, quando o responsável da Honda para a F1 disse que Alonso não queria continuar a ser servido pela montadora japonesa.

Questionado pela Sky Sports sobre a perspetiva de assegurar um motor Renault em 2018, Zak Brown admitiu que isso iria ajudar a ter Alonso na sua equipe por mais um ano: “Penso que é muito provável (que isso o convença). Parece que tenho agora muitos pequenos almoços com Fernando… ele adora a equipe, é bastante apaixonado e cativa toda a gente.

Ele quer estar na Fórmula 1 e quer que sejamos mais competitivos”. O ‘patrão’ da McLaren não descarta ainda que Alonso possa continuar mesmo que a equipe se mantenha com os motores Honda: “Vamos tratar do assunto esta semana. Não acho que haja por agora decisões tomadas, e não podemos achar que se continuarmos com a Honda ele não vá continuar conosco”.

Será?

Nos bastidores de Monza, ficou claro o descontentamento de Alonso com o motor honda dado a ele durante o final de semana; entretanto cabe ressaltar que na prova de Cingapura daqui a duas semanas o piloto espanhol não terá punição a cumprir com relação á troca de motor; e como ele mesmo diz, o chassis da mclaren é um dos melhores do grid, mas o que nos falta é motor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *