Fórmula 1 – Sebastian Vettel crava o novo recorde dos 8 dias de testes…

A manhã do último dia de testes de Fórmula 1 antes do início da competição na Austrália, terminou com Sebastian Vettel (Ferrari) três décimos na frente de Valtteri Bottas (Mercedes) numa sessão que terminou um pouco antes do previsto, já que Kimi Raikkkonen ficou parado na pista, provavelmente com um problema mecânico. Esta não foi a primeira vez que o finlandês teve que apanhar uma carona para as boxes nestes testes, já que na quarta-feira sucedeu-lhe o mesmo.

Curiosamente, este registro de Vettel, 1m16.221s, é apenas um centésimo de segundo mais rápido do que o companheiro de equipe Charles Leclerc conseguiu ontem. Este registro marca também mais uma melhoria no tempo mais rápido até aqui visto nos testes de 2019.

A Mercedes também mostrou o bom desempenho do seu W10, já que este registro de Valtteri Bottas é um segundo mais rápido do que a equipa tinha feito nos testes até hoje. 

Já na fase final da manhã, Dannil Kvyat (Toro Rosso) melhorou o seu tempo, passando para o terceiro lugar. Na frente durante muito tempo, Carlos Sainz (McLaren) foi quarto, muito perto do russo, mas a oito décimos de Vettel.

Na Red Bull, alguns problemas. Max Verstappen foi o último a se juntar à ação esta manhã, rodando apenas 29 voltas. Recorde-se que a equipe teve que fazer horas extraordinárias, até bem tarde, reparando o Red Bull RB15, depois da forte saída de pista de Pierre Gasly perto do fim do dia de ontem.
Desta forma o holandês apenas chegou o oitavo lugar a segundo e meio do Ferrari de Vettel. De referir ainda que a equipe voltou a colocar a ‘bargeboard’ antiga (ndr, peça que fica atrás da suspensão dianteira, e antes do flanco, na lateral do carro).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *