Fórmula 1 – Saiu o calendário da Temporada 2021.

A F1 anunciou hoje as datas e os eventos que pretende realizar em 2021. Trata-se de um calendário com 23 finais de semana, um recorde, mas há ainda alguns pontos de interrogação.

 

O primeiro surge com a prova do Vietnã que neste momento está fora do calendário. A situação política naquele país não favorece a ida da F1 e o principal impulsionador do projeto, Nguyen Duc Chung, presidente do Comitê Popular de Hanói, foi preso em agosto por apropriação de segredos de estado.

 

Assim a data que deveria ser do Vietnã está neste momento vaga. Nenhuma das novas pistas usadas em 2020, incluindo Portimão, está na lista para 2021, mas com esta vaga, é provável que algumas possam tentar assegurar o lugar.

 

O GP da Holanda que deveria ter sido o primeiro da rodada europeia este ano, foi deslocado para setembro, como parte da jornada tripla que inclui Spa e Monza. Serão duas as jornadas triplas, algo que as equipes não apreciam pela exigência logística e pela exigência nas equipes. A outra jornada tripla inclui Rússia, Singapura e Japão.

 

Brasil volta ao calendário, com Interlagos, que deverá receber uma prorrogação de contrato por mais um ano, apesar dos problemas com os responsáveis da F1. A pista projetada para o Rio de Janeiro esta sendo alvo de grandes críticas pois o impacto ambiental da obra esta sendo visto como muito grande e desnecessário, e até Lewis Hamilton se mostrou contra, pelo que Interlagos vai mantendo o seu lugar. Também a prova de Barcelona depende da assinatura de um novo contrato.

 

Como já informamos anteriormente, a Arábia Saudita irá receber pela primeira vez uma prova de F1, em Jeddah, uma das últimas provas do calendário. As restantes datas são as esperadas com os traçados que têm feito parte do calendário ao logo dos recentes anos. Não esquecer que a Pandemia pode afetar esta proposta e que algumas datas poderão ser mudadas ou anuladas.

Calendário 2021 proposto:

21 de março – Austrália (Melbourne)
28 de março – Bahrain (Sakhir)
11 de abril – China (Xangai)
25 de abril – A ser confirmdo
9 de maio – Espanha (Barcelona) *
23 de maio – Mônaco (Mónaco)
6 de junho – Azerbaijão (Baku)
13 de junho – Canadá (Montreal)
27 de junho – França (Le Castellet)
4 de julho – Áustria (Spielberg)
18 de julho – Reino Unido (Silverstone)
1 de agosto – Hungria (Budapeste)
29 de agosto – Bélgica (Spa)
5 de setembro – Holanda (Zandvoort)
12 de setembro – Itália (Monza)
26 de setembro – Rússia (Sochi)
3 de outubro – Singapura (Singapura)
10 de outubro – Japão (Suzuka)
24 de outubro – EUA (Austin)
31 de outubro – México (Cidade do México)
14 de novembro – Brasil (São Paulo) *
28 de novembro – Arábia Saudita (Jeddah)
5 de dezembro – Abu Dhabi (Abu Dhabi)

*Sujeito a contrato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *