Fórmula 1 – Rob Smedley lamenta falta de investimento da Williams.

Rob Smedley foi um dos mais carismáticos engenheiros da F1, especialmente nos tempos da Ferrari em que era o engenheiro de pista de Felipe Massa. A sua relação com o brasileiro, a sua postura e a sua forma e comunicar fizeram com que se destacasse.

Aceitou o desafio da Williams para ser chefe de Performance do monopostos da equipe britânica em 2014 e saboreou as temporadas mais positivas dos últimos anos da equipe de Sir Frank Williams. A situação começou a deteriorar-se e Smedley abandonou a estrutura em 2018.

O engenheiro britânico explicou o porquê do mau momento da equipe nesta fase:

“A equipe claramente precisava de muito trabalho”, disse à publicação Motor Sport. “Incutimos muitas novas práticas de engenharia, mas a parte seguinte da jornada era o investimento em Pesquisa e Desenvolvimento e isso nunca aconteceu. Para ser um verdadeiro construtor, é necessário esse nível de investimento ou iremos ficar para trás, independentemente da qualidade do pessoal.”

“Eu não quero falar sobre ninguém em particular, mas está claro que algumas más decisões foram tomadas para que a equipe esteja na posição atual. É uma pena.”

Um comentário em “Fórmula 1 – Rob Smedley lamenta falta de investimento da Williams.

  • 6 de junho de 2019 em 14:21
    Permalink

    Como Engenheiro de Performance, ele era o principal responsável pelas demandas de melhorias nos carros da Williams. Viu seu carro descer de terceira força do Mundial para uma das últimas em cinco anos e não fez nada? Smedley era um enganador, isso sim.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *