Fórmula 1 – Retorno da Alfa Romeo pode ser possível através da Sauber e da Haas.

Sergio Marchionne já admitiu que a Alfa Romeo poderá retornar à F1 através das atuais equipes-cliente da equipe de Maranello, Sauber e Haas com um ‘rebranding’ dos motores Ferrari.  O presidente da FIAT Chrysler (FCA) expressou essa vontade, seguindo o exemplo da Red Bull, que utiliza motores Renault com a denominação TAG Heuer, por via do seu acordo comercial com a Aston Martin.

Ao jornal italiano Gazzetta dello Sport Marchionne referiu que a intenção da FCA é “poder restaurar o nome” da Alfa Romeo, “como marca esportiva que é”. E nesse âmbito é importante “considerar o retorno à Fórmula 1”. Muito “provavelmente com uma colaboração com a Ferrari”. Isto confirma a ideia que está em causa uma grande jogada de ‘marketing’ por parte do grupo automóvel sediado em Turim.

Convém lembrar que a Afla Romeo não compete na F1 desde 1988, e nessa altura já apenas como fornecedora de motores da equipe Osella, sendo que a sua última vitória data de 1978, então no ‘dorso’ de um Brabham guiado por Niki Lauda, numa temporada em que venceu três grandes prêmios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *