Fórmula 1 – Quem segura Lewis Hamilton?

Depois da última volta da corrida de ontem em Silverstone, essa é a pergunta que fica no ar.
“Quem segura Lewis Hamilton?”
Parecia tudo indo bem e tranquilo, quando a duas voltas do final começou a sequência de explosões de pneus, começando por Valteri Bottas, depois Carlos Sainz e por fim ele Lewis Hamilton.

Tudo parecia tão fácil. Hamilton guiou desde o início da corrida com Bottas logo atrás. Os dois tinham uma margem confortável para a Verstappen, que rodava em terceiro e foram serenamente passando as voltas até que o pneu dianteiro esquerdo do Mercedes de Bottas esvaziou a poucas voltas do fim. Aconteceu no pior local possível, quando ele passou a entrada nas boxes, e teve que fazer uma volta completa em três rodas, o que o atirou para fora dos pontos.

 

A equipe optou por deixar Hamilton em pista, dado que ele só tinha uma volta para completar, mas aconteceu o mesmo! O campeão mundial andou boa parte de sua volta em três rodas mas cruzou a linha de chegada e ganhou a corrida:

 

“Nunca tinha experimentado nada parecido antes. Esta última volta foi uma das voltas mais desafiantes que tive. Até aquele momento, tudo estava a correr relativamente bem, os pneus estavam ótimos e eu estava fazendo uma economia de pneus. Quando soube que o pneu de Valtteri tinha ‘estourado’, olhei para o meu e tudo parecia estar bem, mas comecei a diminuir o ritmo. Depois, de repente, também esvaziou já na reta. Foi uma sensação de coração na boca e depois passei apenas a tentar manter a velocidade sem danificar o carro.

O Bono  (Pete Bonington, engenheiro) estava me dando a margem para o Verstappen; penso que eram 30 segundos, depois passou a descer muito rapidamente e eu pensava “Até onde é que vou, quando chega o fim da volta? Mas conseguimos fazer com que o carro atravessasse a linha de chegada. Esta última volta é definitivamente para recordar, me sinto tão grato por ter garantido a vitória. Mas também foi difícil estar ali de pé no pódio sem a multidão. Seja como for, espero ter deixado todos orgulhosos, os que nos apoiavam a partir de casa”, disse Lewis Hamilton.

 

Com certeza o piloto inglês esta com sorte de campeão, e será muito difícil ter algum piloto capaz de tirar seu titulo em 2020, e com isso a hegemonia só aumenta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *