Fórmula 1 – Para diretor da Haas, Pietro Fittipaldi fez um bom trabalho em Yas Marina.

A Haas está numa situação complicada com a entrada do jovem Nikita Mazepin envolvido em uma polêmica. Guenther Steiner elogiou Pietro Fittipaldi, jovem que pilotou o carro da equipe nas duas últimas provas do ano.

 

Mazepin conseguiu em poucas semanas estar nas principais notícias do mundo pelos piores motivos. Depois de ter assinado contrato com a Haas o piloto russo teve atitudes dentro e fora de pista que motivaram um coro de críticas cada vez mais forte. A Haas está agora numa situação complicada e se por um lado vê os milhões da entrada de Mazepin, por outro entende que a imagem do piloto está irremediavelmente comprometida e seria preciso muito tempo com excelentes corridas para que essa imagem se dilua.

No entanto Steiner elogiou os feitos de Pietro nas duas primeiras corridas pela equipe:

“Ele fez um bom trabalho. Ele se manteve fora de problemas”, Steiner é citado pela Autosport.com. “O seu ritmo na corrida estava cada vez melhor, penso que ele só precisava afinar melhor o carro a sua medida. Penso que sabe que ele não conduziu um carro de corrida durante oito ou nove meses, por isso é difícil. Por isso acho que ele mostrou que é capaz de o fazer, e que pode fazer um bom trabalho”.

 

Do seu lado, Pietro quer se manter na F1 mas procura outras opções para competir, estando certamente atento à situação naquela que tem sido a sua equipe nos últimos dois anos e meio.

 

Caso a equipe Haas decida pelos dólares de Mazepin, Pietro deve tentar correr na Indy-Car, caso a situação do piloto russo seja contrária ele precisará ainda mais de seus parceiros para que na temporada 2021 possamos ter de volta um piloto brasileiro correndo a temporada completa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *