Fórmula 1 – Otmar Szafnauer explica problemas da parceria Ferrari/Haas.

A relação entre a Haas e a Force India não é a melhor e Otmar Szafnauer, da Force India, acredita que os conflitos continuem, graças à relação da equipe norte-americana com a Ferrari. Esta parceria, que existe desde a entrada da equipe na F1, em 2016, não é do agrado da maioria das equipes restantes do campeonato, já tendo sido feitos alguns pedidos à FIA para averiguar todo o processo.

 

“Acho que quando desenhas, fazes e constróis os teus próprios carros e há uma equipe que não esta fazendo isso e recebe muita tecnologia de uma equipe de ponta, vamos ter esse atrito. Penso que é disso que se trata. Não se trata da competitividade. É curioso que apenas duas equipes tivessem uma peça que não estava em conformidade com o regulamento, depois da FIA o ter apontado: a Haas e Ferrari [N.D.R: referindo-se à desclassificação de Grosjean em Monza]. É como ter dois flocos de neve iguais.

 

É difícil para dois designers totalmente independentes projetarem uma peça aerodinâmica com exatamente o mesmo raio que não é compatível. É este tipo de coisa. Tanto a FIA como a FOM estão trabalhando para esclarecer estas coisas, apenas para garantir que as equipas permaneçam como construtoras e sejam independentes umas das outras, em relação ao que as regras ditam, o que deve ser independente um do outro.

 

Assim, por exemplo, todas as superfícies aerodinâmicas precisam de ser projetadas e construídas por um construtor. Não podes partilhar nada em que o ar toca. Isto é muito do carro. A ironia da queixa deles é que nós projetamos muito mais peças do que eles”, disse Szafnauer ao Motorsport.com.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *