Fórmula 1 – O ping pong entre São Paulo e Rio de Janeiro para receber a prova ano que vem.

Há muito tempo se fala da possibilidade do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 passaria de São Paulo para o Rio de Janeiro e é o próprio Chase Carey, CEO da F1 que tem o assunto nas mãos, ao ponto de ter enviado uma carta para o Governador em exercício da ‘Cidade Maravilhosa’ basicamente dizendo que só faltam as ‘licenças’. Só que a questão é muito mais intrincada do que parece à partida.

O Diario Motorsport, uma publicação brasileira revelou que o diretor executivo da categoria, Chase Carey, enviou uma carta ao governador em exercício do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, onde revela que a Liberty Media chegou a um acordo com o promotor, a Rio Motorsports: “Escrevo para informar que concluímos o acordo para uma corrida com a Rio Motorsports LLC, que irá acolher, organizar e promover eventos de Fórmula 1 no Rio de Janeiro. Estes acordos estão prontos para serem executados e anunciados pela Fórmula 1 quando todas as licenças necessárias tiverem sido emitidas pelas autoridades competentes”, escreveu Carey.

 

Mas esta questão é muito mais profunda já que o novo circuito permanente previsto para Deodoro, um bairro na zona oeste do Rio, precisa de licenças ambientais para a sua construção, pois há muitas preocupações sobre o potencial impacto no ecossistema florestal vizinho da Comboatá e pouco ou nada tem avançado já que neste momento vive uma batalha judicial devido ao licenciamento do autódromo. Já em agosto, o Ministério Público Federal e o Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro concluíram que o projeto de autódromo é ilegal.

 

Não sabemos como este assunto vai terminar, mas sabemos que há muito tempo Carey anda de chateado com a postura dos responsáveis pelo autódromo em São Paulo, diga-se prefeito Bruno Covas e principalmente o governador João Dória Jr, quer a todo custo vender o complexo á iniciativa privada para construção de imóveis, especialmente depois de se ter entendido com os do Rio de Janeiro. Só que a questão ‘emperrou’.

 

Vamos ver como termina… e as cenas dos próximos capítulos promete bastante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *