Fórmula 1 – Honda pediu desculpa a Max Verstappen.

Max Verstappen voltou a ter problemas com a sua unidade motriz. O piloto se queixou da resposta errática do motor em aceleração. O piloto não deu grande importância ao sucedido e afirmou que dificilmente conseguiria chegar em Lewis Hamilton.

 

A Honda, através de Toyoharu Tanabe por seu lado, pediu desculpa pelo fato ocorrido:

“Tentamos melhorar a situação com algumas configurações diferentes durante a corrida, após o pit stop. Então o piloto foi obrigado a comprometer a sua aplicação do acelerador. Lamentamos muito o problema durante a corrida.

O problema não deu um grande déficit em termos de posição. Mas havia uma grande chance de isso acontecer, dependendo da situação. Devemos ser perfeitos o suficiente para fornecer convenientemente os nossos pilotos e equipes em termos de desempenho da unidade de potência”.

A Honda ainda se congratulou por não ter tido falhas que levasse ao abandono de alguns dos carros mas admitiu que as falhas que teve durante o GP de Abu Dhabi devem ser analisadas; para que não ocorram novamente em 2020, aonde pretende lutar pelo título.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *