Fórmula 1 – Escuderia Alpine F1 Team pontua com seus dois carros no GP da Grã-Bretanha.

A escuderia Alpine F1 Team pontuou com seus dois carros no Grande Prêmio da Grã-Bretanha, depois da batalha de Fernando Alonso e Esteban Ocon, que terminaram respectivamente em 7º e 9º lugar, em uma corrida emocionante com as arquibancadas lotadas em Silverstone.

 

Com este resultado, Fernando Alonso amplia sua série de pontuações para cinco corridas, enquanto Esteban Ocon volta a pontuar pela primeira vez desde o GP de Mônaco.

 

Apesar de terem terminado a prova nas mesmas posições que ocupavam na largada, a prova deste domingo estava bem longe de ser tranquila.

 

Logo no início da prova, Esteban Ocon aproveitava a bela largada quando ficou preso entre Fernando Alonso e Sebastian Vettel. Ambos os pilotos conseguiram escapar sem maiores danos, tendo Fernando ficado em 7º e Esteban em 10º ao final da primeira volta.

 

A corrida passou a ser regida pela bandeira vermelha depois de um incidente entre Max Verstappen e Lewis Hamilton na curva Copse, fazendo com que os reparos nas barreiras de segurança causassem um atraso de 30 minutos à corrida.

 

Depois da segunda largada, Fernando ganhou uma posição e subiu para o sexto lugar. Esteban se mantinha na décima posição e subiu para a nona na quinta volta, depois de ultrapassar Kimi Raikkonen, enquanto Fernando caiu uma posição, ficando atrás de Carlos Sainz.

 

Esteban parou para colocar um novo jogo de pneus duros na volta de número 19. A parada mais lenta de Fernando, que fez o pit stop na 24ª volta para colocar pneus duros, custou a perda momentânea de uma posição para Lance Stroll, que foi logo recuperada com um mergulho na curva Brooklands.

 

Esteban caiu para fora dos pontos quando foi ultrapassado por Pierre Gasly, na 29ª volta, mas com a parada de Sergio Perez na 38ª volta e Gasly na 48ª por conta de um pneu furado, Esteban conseguiu avançar para a 9ª posição, que foi mantida até cruzar a bandeira quadriculada. Fernando conseguiu manter a vantagem em relação a Stroll, terminando em sétimo.

 

Graças à pontuação de seus dois carros, a Alpine F1 Team recupera posições no Campeonato de Construtores em comparação com seus rivais, seguindo para o GP da Hungria na expectativa de fazer ainda mais progressos.

 

Esteban Ocon, largada P9, chegada P9:

“A corrida de hoje não foi fácil e teve de tudo, desde a bandeira vermelha até uma relargada, mas voltamos a pontuar e isso é muito bom. Foi legal brigar e tirar o máximo do carro. A gestão dos pneus foi um desafio hoje, mas fizemos tudo certo. É claro que você sempre quer mais, mas, como equipe, pontuamos com os dois carros hoje e essa é uma excelente recompensa pelo grande trabalho que todos vêm fazendo. Recuperamos o ritmo depois de três corridas difíceis e queremos continuar assim na Hungria. Vamos nos preparar e trabalhar muito para isso, para ter certeza de levantar este resultado. Fico feliz que o Max esteja bem depois do incidente e desejo a ele uma rápida recuperação”.

 

Fernando Alonso, largada P7, chegada P7:

“Tivemos um bom resultado hoje e estou feliz por marcar mais pontos para a equipe. Foi uma corrida longa e quente e, portanto, bastante desafiadora. Acho que gerenciamos bem as temperaturas e os pneus e também conseguimos manter uma boa vantagem em relação ao Lance (Stroll). Tomamos algumas boas decisões em relação à estratégia e executamos tudo corretamente. Esse fim de semana foi um pouco diferente e teremos que ver se os fãs gostaram. Agora teremos duas semanas até corrermos novamente”.

 

Marcin Budkowski, Diretor Executivo:

“Foi um fim de semana positivo para nós, no geral; uma bela Qualificação Sprint e os dois carros pontuando, além de ser ótimo ver o Esteban recuperando a forma. A corrida não começou da melhor forma, com o Fernando tendo um problema com o difusor a caminho do grid. Fizemos todos os reparos possíveis, mas tivemos que fazer a largada com um carro um pouco danificado e um déficit de performance. Ambos os pilotos perderam algumas posições no início, mas melhoraram bastante na relargada, depois da bandeira vermelha. A partir dali, foi uma corrida bem gerenciada tanto do ponto de vista da estratégia como do ritmo. O Fernando conseguiu gerenciar o ritmo de forma bem estratégica, utilizando o sistema DRS para proteger sua posição. Fazia algum tempo que não terminávamos com nossos dois carros nos pontos e isso nos permitiu superar nossos oponentes mais próximos no Campeonato de Construtores.  Também gostaríamos de mandar nossos melhores votos de pronto restabelecimento para o Max – esperamos que ele esteja bem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *