Fórmula 1 – Devido a um membro da equipe com o COVID 19, equipe Mclaren não correrá em Melbourne.

A McLaren anunciou nesta madrugada (Brasil) que não irá participar no GP da Austrália. Um dos membros da equipe foi sujeito a testes  do Coronavírus (COVID 19), que se revelaram positivos.

Segue o comunicado da equipe:
“A McLaren Racing confirmou esta noite em Melbourne que se retirou do Grande Prêmio da Austrália de Fórmula 1 em 2020, após o teste positivo de um membro da equipe para o novo coronavírus. O membro da equipe foi testado e foi colocado em isolamento assim que começou a apresentar sintomas que estão agora serão tratados pelas autoridades locais de saúde.”

“A equipe se preparou para essa eventualidade e dará apoio contínuo ao funcionário que agora entrará num período de quarentena. A equipe esta cooperando com as autoridades locais relevantes para auxiliar suas investigações e análises.”

“Zak Brown, CEO da McLaren Racing e Andreas Seidl, diretor da equipe da McLaren F1, informaram a Fórmula 1 e a FIA da decisão esta noite. A decisão foi tomada com base no dever de cuidar não apenas dos funcionários e parceiros da McLaren F1, mas também dos concorrentes da equipe, fãs da Fórmula 1 e partes interessadas mais amplas da F1 “.
Com este cenário, as probabilidades da prova ser cancelada aumentaram drasticamente. Ross Brawn afirmou recentemente que as provas só aconteceriam se todas as equipes estivessem presentes no grid. Ainda é cedo para traçar qualquer cenário, mas parece evidente que o início da temporada 2020 irá ficar seriamente afetado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *