Fórmula 1 – Dança das cadeiras parte II; Daniel Ricciardo deixa equipe Renault e fecha com a Mclaren.

Em apenas dois dias, e apesar do confinamento resultante da pandemia de Covid-19, a dança das cadeiras da Fórmula 1 “começou” e a notícia de ontem que dava conta da saída de Sebastian Vettel da Ferrari, resultou num conjunto de mudanças de peças desde por vezes complexo xadrez da F1.

 

Vettel sai da Ferrari, Carlos Sainz confirmado na Scuderia ao lado de Charles Leclerc, e o lugar que o espanhol deixa em aberto na McLaren será ocupado por Daniel Ricciardo, que está de saída da Renault.

 

Há algum tempo se sabia que dificilmente Riccardo ficaria na Renault, embora essa se mantivesse uma hipótese caso faltassem alternativas, mas o australiano encerra agora o ‘errado’ (até este momento) projeto Renault, que em teoria ainda tem uma temporada pela frente.

 

É no mínimo curioso que antes da temporada de 2020 começar, Vettel anunciando estar de saída da Ferrari, Ricciardo da Renault e Sainz confirmado na Ferrari; anúncios que em condições normais seriam feitas no fim da temporada ou pelo menos muito perto do fim… a não ser, que saibam mais do que nós, e não haverá provas da F1 em 2020! Será?

“Assinar com o Daniel é mais um passo em frente no nosso plano a longo prazo e trará uma nova emocionante dimensão à equipe. Esta é uma boa notícia para a nossa equipe, parceiros e, claro, para os nossos torcedores. Também quero prestar um homenagem ao Carlos (Sainz) pelo excelente trabalho que tem feito pela McLaren ao ajudar o nosso plano de recuperação de desempenho. Ele é um verdadeiro jogador de equipe e desejamos-lhe o melhor para o seu futuro depois da McLaren”, disse Zak Brown, CEO da McLaren Racing.

No meio disto tudo, a Renault, que continua ter como objetivo voltar à frente do grid e sofre agora um revés, sem um piloto de ponta, a não ser que tenham alguma forte carta na manga e essas ‘cartas’ podem ser tanto Sebastian Vettel como Fernando Alonso. Ou seja, se um dos dois for confirmado, não perde nada.

 

Muitas emoções estão a caminho mesmo sem a realizações das etapas, ainda hoje daremos a resposta da Renault para a saída de Daniel Ricciardo da equipe francesa.

 

Uma pergunta ficou no ar…….“Será que teremos temporada 2020 da Fórmula 1?” Vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *