FIA WEC – O que o 919 Hybrid tem em comum com o abastecimento elétrico de uma povoação?

O recorde de 18 vitórias na classificação geral é a estatística mais popular sobre a Porsche em Le Mans. Multiplique por dois e você verá quantos outros fatos interessantes irá encontrar aqui. Descubra o que o Porsche 919 Hybrid tem em co-mum com o fornecimento elétrico de uma pequena vila, quando Mark Webber com-pletou sua primeira volta em um carro da LMP1 e quando a Porsche comemorou seu primeiro sucesso com um carro de corridas híbrido.

1
O primeiro teste de rodagem com o primeiro 919 foi feito pelo piloto de fábrica da Porsche Timo Bernhard em 12 de junho de 2013, na pista de testes de Weissach. Pouco mais de dois anos depois, ele tornou-se campeão mundial de endurance com o protótipo Le Mans, posteriormente desenvolvido.

3
3 astros de Hollywood participaram de Le Mans com Porsches. A tentativa de Steve McQueen acabou nas telas do cinema em 1971. Paul Newman foi segundo na clas-sificação geral em 1979 e Patrick Dempsey também subiu ao pódio em 2015, termi-nando em segundo lugar na categoria GTE-AM.

3,2
3,2 horas é o tempo médio que cada um dos pilotos do Porsche LMP gasta na mesa de massagem durante a corrida de 24 horas.

4
4 membros da equipe Porsche LMP formaram a pequena delegação que visitou Le Mans em 2013 para fins de pesquisa, um ano antes do retorno à categoria de topo. Eles testemunharam a primeira vitória de um Porsche de fábrica desde 1998, quan-do o 911 RSR venceu na categoria GT.

5
5 pessoas participavam da equipe no final de 2011, quando a Porsche, sob a dire-ção de Fritz Enzinger, começou a preparar seu retorno à LMP. Desde 2015, o núme-ro de membros do time é 260, dos quais 160 são engenheiros.

6
6 pilotos da Porsche LMP em três dormitórios: dois pilotos dividem cada container atrás dos boxes para descansar e dormir. Há um banheiro compartilhado também. Tranquilidade não é uma opção.

8
8 megajaules por volta gerados pelos sistemas de recuperação de energia em Le Mans balizam a mais alta categoria nos regulamentos de eficiência. A Porsche foi a primeira – e por um longo tempo a única – fabricante nessa categoria. O desafio des-bravador por trás disso: quanto mais energia elétrica o 919 usa, menos combustível pode ser queimado.

10
Às 10h00 da noite de 10 de junho de 2015, Neel Jani saiu para a primeira sessão de classificação em Le Mans. Ele fez a volta no circuito em 3m16s887 – tempo que permanece como recorde da pista.

12
12 homens formaram a guarda avançada que iniciou em 23 de maio de 2017 – qua-se quatro semanas antes da corrida – a construção do pavilhão de aço de dois anda-res atrás dos boxes da Porsche LMP. No dia 30 de maio, chegou um comboio com oito caminhões semirreboques contendo os carros de corrida e todo o equipamento da equipe. Tudo tem que estar no lugar para o primeiro dia de treinos, 4 de junho.

14
14 gigabytes de dados são enviados para os boxes por cada um dos 919 durante as 24 horas da prova.

15
15 minutos antes da corrida de estreia do 919 em Silverstone, em 2014, o diretor da equipe Andreas Seidl reduziu a tensão com um comentário divertido: “Este é um pequeno passo para a humanidade, mas um salto gigantesco para a Porsche – temos dois carros da LMP1 no grid!”

19,9
19,9 quilogramas é o peso de uma roda com pneu. O mecânico Rainer Mühlhäuser consegue retirar uma roda usada e colocar uma nova no carro usando apenas uma mão para cada uma delas. Desde que ele fez isso na corrida de abertura do Cam-peonato Mundial de Endurance, em Silverstone, outros mecânicos estão treinando nos boxes para tentar repetir esse feito impressionante.

20
O carro número 20 assumiu a liderança com 20 horas de prova em 2014. 20 minutos depois que Mark Webber começou sua ofensiva final, trouxe para os boxes o carro número 20 rodando só com eletricidade – problema no motor. 20 minutos mais tarde, o carro número 14 teve uma quebra no câmbio.

20h32
20h32 era a hora, na escuridão completa, em 9 de dezembro de 2013 quando Mark Webber começou sua primeira volta ao volante de um carro da LMP1 num circuito onde nunca havia dirigido antes. Esse teste em Portimão foi um momento de virada: o primeiro motor V4 do 919 Hybrid tinha causado pesadas vibrações. Em dezembro, o problema foi resolvido.

25
Em 10 de outubro de 2014, dia de treinos em Fuji, o time comemorou o 25º aniversá-rio de Brendon Hartley, incluindo presentes. Infelizmente, a equipe estava adiantada um mês.

30
30 paradas para reabastecimento de combustível e dez paradas para troca de pneus e pilotos são esperadas para cada um dos Porsches 919 Hybrid durante a corrida de Le Mans.

54
Romain Dumas e Neel Jani deram, cada um, 54 voltas consecutivas ao volante do carro vencedor durante a noite na 24 Horas de Le Mans de 2016. Devido aos perío-dos de entrada do carro de segurança, o turno de Dumas se estendeu, tornando-se o mais longo cumprido por todos os pilotos da Porsche LMP. Ele durou das 00h13 até as 03h38, o que equivale a quase a duração de dois grandes prêmios de Fórmu-la 1.

60/40
Cerca de 60 por cento da energia recuperada pelo 919 Hybrid vêm dos freios dian-teiros e aproximadamente 40 por cento são gerados pelo sistema de escapamento.

65
65 pessoas formam a equipe operacional da Porsche LMP nas corridas de seis ho-ras. Na 24 Horas de Le Mans o número é 90.

90
90 graus é o ângulo dos cilindros do motor V4 a combustão do Porsche 919 Hybrid.

100%
Na etapa final do Campeonato Mundial de Endurance de 2015, em Bahrain, quebraram as duas alavancas do corpo do acelerador do carro de Timo Bernhard/Brendon Hartley/Mark Webber. O fato dos três pilotos ainda assim terem conseguido chegar à bandeirada e tornarem-se campeões do mundo se deve a uma ideia brilhante de um mecânico e ao raciocínio rápido dos engenheiros. Os mecânicos travaram os aceleradores totalmente abertos colocando dois alicates dentro do motor, presos com pedaços de fios, enquanto os engenheiros alteraram a programação em tempo real para manter o carro andando.

239
Em 30 de novembro de 2014, Mark Webber estava na 239ª volta da corrida final da temporada em São Paulo quando sofreu o pior acidente de toda sua carreira.

248
Após 248 voltas pilotando o segundo carro da equipe em São Paulo, Neel Jani obte-ve a primeira vitória do Porsche 919 Hybrid numa corrida.

395
395 voltas foram percorridas por Earl Bamber/Nico Hülkenberg/Nick Tandy para vencer a 24 Horas de Le Mans em 2015. Os três estreantes da LMP combinaram antes da corrida que cada um iria pilotar à velocidade em que se sentia confortável, enquanto tentariam evitar colisões de qualquer tipo. Desta forma, seria possível chegar ao pódio no final. O plano resultou na primeira vitória da Porsche na geral desde 1998.

397
397 voltas é a maior distância percorrida durante a 24 Horas de Le Mans em todos os tempos. Os três vencedores de 2010 (Timo Bernhard/Romain Dumas/Mike Roc-kenfeller) passaram pela Porsche júnior. Os três dividiram um Audi quando cobriram os 5.410,713 quilômetros.

> 400
Mais de 400 HP são a contribuição dos dois diferentes sistemas de recuperação de energia (freios dianteiros e escapamento). Quando exigido, um motor elétrico impul-siona o eixo dianteiro e transforma o 919 Híbrido temporariamente num carro com tração nas quatro rodas.

< 500
Menos de 500 HP é a potência do motor turbinado a gasolina que movimenta o eixo traseiro do 919.

919
O 919 Hybrid é o único carro da LMP1 que recupera energia não apenas durante as frenagens mas também ao acelerar, graças ao sistema de recuperação do escapa-mento.

1900
1900 foi o ano em que Ferdinand Porsche criou o primeiro carro com propulsão hí-brida serial. O seu nome em latim, “Semper Vivus”, significa “sempre vivo”. Dois motores elétricos nos cubos das rodas (cada um com 20 amperes a 90 volts) e uma bateria eram constantemente alimentados por dois motores a combustão através de um dínamo. Na corrida de subida de montanha de Semmering,em 1901, uma versão aprefeiçoada do Lohner Porsche alcançou confortavelmente o melhor tempo para um carro elétrico. Após isso, foi fabricada uma pequena série de carros elétricos compactos com dois lugares.

2013
O mau cheiro iria perdurar por duas horas caso um piloto soltasse um gás no carro, comentou Neel Jani, descontente com a ventilação do cockpit no primeiro carro tes-tado, em 2013.

22.984
22.984 mudanças de marchas (para cima e para baixo) foram feitas pela caixa de câmbio do Porsche 919 Hybrid vencedor durante a 24 Horas de Le Mans em 2016.

62.000
62.000 quilowatts/hora de energia elétrica foram recuperados pelos Porsches 919 Hybrid ao longo de um total de 321.000 quilômetros percorridos (em testes e finais de semana de corridas) através dos seus dois sistemas de recuperação de energia (energia dos freios do eixo dianteiro e energia do escapamento). Se o 919 fosse uma “usina elétrica”, essa energia teria sido capaz de abastecer por um ano uma vila com 15 casas, cada uma ocupada por quatro pessoas.

120.000
120.000 rotações por minuto ou mais é a velocidade da turbina que fica no escapa-mento e movimenta um gerador. Para recuperar energia também em baixas rota-ções, a turbina tem geometria variável. O turbocompressor, porém, trabalha sem geometria variável.

128.000
128.000 quilômetros foram percorridos pelas várias versões do Porsche 919 Hybrid desde o início de 2014 até o final de maio de 2017 durante finais de semana de cor-ridas (incluindo treinos e classificações).

193.000
193.000 quilômetros de testes se somam a essa cifra impressionante.

243.000
243.000 quilômetros tinham sido rodados sem problemas pela bomba d’água do Porsche 919 Hybrid com especificações idênticas, quando ela subitamente falhou às 23h13 na 24 Horas de Le Mans em 2016. À 01h56, Bernhard/Hartley/Webber voltaram à corrida, agora 39 voltas atrás dos líderes.

Textos, fotos e material de video do programa LMP1 têm acesso livre. O link https://presskit.porsche.de/motorsport/en/mediaguide/index.html leva diretamente ao Porsche Motorsport Media Guide. A LMP1 fornece informações por twitter em @Porsche_Team, com texto, fotos e vídeo diretos da pista. Mais itens ao vivo estão disponíveis em www.porsche.com/fiawec. Para acessar informações de imprensa relacionadas à marca, press-releases, dados técnicos, vídeos, fotos e outros materi-ais relacionados, por favor, cadastre-se no link https://press.pbr.porsche.com ou visite o site Porsche News Room, www.newsroom.porsche.com, uma plataforma multicanais, exclusiva para jornalistas e a comunidade online.

Acesse a nossa página oficial do Instagram: @porschebrasiloficial #porschebr

Sobre a Porsche
A Porsche Brasil tem sede em São Paulo e é a primeira subsidiária da Porsche na América Latina, tendo a sua operação iniciada em julho de 2015 no país. A rede de concessionárias da Porsche no Brasil possui, atualmente, nove pontos de vendas. A Stuttgart Veículos possui e administra as concessionárias Porsche em São Paulo, Rio de Janeiro (showroom), Porto Alegre, Curitiba, Recife, Campinas e Florianópolis. Em Brasília e Ribeirão Preto, a marca é representada pela Eurobike. No Rio de Janeiro, o serviço de pós-vendas é fornecido pelo Centro Técnico Porsche RJ.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *