FIA WEC: Di Grassi aposta em atualizações da Audi.

Sexta etapa do Mundial de Endurance acontece no circuito de Fuji, no Japão. Brasileiro foi terceiro e quarto nos dois treinos livres e crê em maior proximidade em relação à Porsche.

A previsão do tempo tem feito as equipes que disputam a sexta etapa do FIA WEC (Campeonato Mundial de Endurance) neste final de semana em Fuji, no Japão, quebrarem a cabeça se desdobrando em estratégias. A culpa é da previsão do tempo: enquanto nesta sexta e sábado o céu azul tem permitido aos pilotos treinarem com pista seca, no domingo espera-se por queda das temperaturas e a chegada da chuva.

Lucas di Grassi, que vem de um pódio na etapa anterior com o terceiro lugar nas 6 Horas de Austin, nos Estados Unidos, trabalha para outro bom resultado. Mas também conta com a inconstância climática, tão característica da região onde fica o famoso Monte Fuji.

“A previsão do tempo só é boa até domingo. As temperaturas devem cair para uma mínima de oito e máxima de 18 graus apenas, e a chuva está prevista para o domingo. São seis horas de corrida, então ainda é difícil saber se vai chover o tempo todo. De qualquer maneira, é complicado porque o traçado acumula muita água e ficam uns rios cruzando a pista, o que deixa tudo mais perigoso”, explicou.

O circuito de 4.563 metros proporciona altas velocidades, mas requer um acerto bem misto para os carros da LMP1, diz o piloto da Audi. “O circuito tem uma reta muito longa (1.475 metros), na qual os carros passam de 320 km/h, e a parte de trás é uma sessão mista com curvas de alta e baixa velocidade. Por isso, dois itens muito importantes são a pressão aerodinâmica e a aderência mecânica, principalmente no último setor do traçado”, aponta Di Grassi, que divide a condução do Audi R18 e-tron quattro com o francês Loïc Duval e o britânico Oliver Jarvis.

Segundo o brasileiro, a Audi trouxe algumas atualizações nos carros do time tentando tirar a diferença contra a Porsche, que venceu as últimas três provas da temporada (Le Mans, Nürburgring e Austin). “Acho que com pista seca teremos uma disputa mais próxima com a Porsche. Se chover, vai ser uma corrida bastante movimentada. De um jeito ou de outro, vamos trabalhar para marcar o maior número possível de pontos”, afirmou.

O treino classificatório acontece às 2h10 da madrugada deste sábado (10), enquanto a largada será dada às 23 horas também do sábado, sempre no horário de Brasília. O site Veloxtv.com.br transmite ao vivo via streaming a prova completa.

Lucas di Grassi é patrocinado por Eurobike e Aethra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *