Ed Carpenter supera Power e vence o GP do Texas.

A sétima etapa da Fórmula Indy que aconteceu na noite deste sábado (7) no circuito oval do Texas teve a vitória de Ed Carpenter, piloto da sua própria equipe. O norte-americano que só disputa as corridas em circuitos ovais nesta temporada, superou Will Power (que liderou a maior parte da prova) para vencer. Tony Kanaan que chegou a ocupar a segunda colocação da corrida finalizou em sexto.

Na largada ainda sob a luz do sol do Texas, Power se manteve a frente e Tony Kanaan conseguiu superar Newgarden e assim se manteve. Na quarta volta aconteceu a primeira bandeira amarela, depois de uma ótima largada, o motor do carro de Marco Andretti não suportou e estourou. A bandeira verde só veio na volta 11 com Kanaan indo com toda as forças pra cima de Power, porém o brasileiro não conseguiu superar o piloto da Penske, deixando o australiano abrir.

Os primeiros pit-stops vieram a partir da volta 50, mas as primeiras posições não tiveram alterações, com Power abrindo cada vez mais a distancia para Kanaan. Com a ausências de bandeiras amarelas e com o rápido desgaste dos pneus, aos poucos o brasileiro da equipe Chip Ganassi ia se aproximando e entre as voltas 100 e 101 foram para o segundo pit-stop com Power saindo a frente.

Um pouco depois veio a segunda bandeira amarela, Bourdais fechou Justin Wilson e sem espaço, o piloto inglês da Dale Coyne acertou o francês, chocando-se ambos no muro. Os pilotos para aproveitar a neutralização anteciparam a terceira parada, as posições na frente se mantiveram, exceto para Kanaan. O baiano teve um problema no limitador de velocidade de seu carro, obrigando a equipe a trocar o volante, o que fez perder muito tempo. Kanaan caiu para nono lugar.

Na volta 135 a bandeira verde voltou a ser agitada no circuito do Texas, aí foi a vez de Ed Carpenter aparecer para passar Will Power, enquanto Tony, aproveitando-se dos pneus novos pulou da nona para a quarta posição, atrás de seu companheiro de equipe Scott Dixon, que não facilitou a vida do brasileiro. Neste mesmo momento, um dos líderes do campeonato abandonava nos boxes, Ryan Hunter-Reay, com problemas no motor, dava adeus a disputa.

Depois de mais algumas voltas e quarta janela de paradas acontecendo, Will Power excedeu o limite de velocidade nos boxes, sendo punido com uma passagem pelo pit. Isso dava um sossego a mais para Carpenter que seguia tranquilo a mais de 12 segundos para Kanaan, que nesta altura já tinha retornado para a segunda posição, até Juan Pablo Montoya superá-lo.

Há sete voltas do final, o motor de Takuma Sato também ia para o espaço, interrompendo a prova com mais uma bandeira amarela. Alguns pilotos aproveitaram o momento para trocar os pneus, os líderes decidiram não parar e na relargada, faltando apenas duas voltas para o fim Will Power saía de sexto, com pneus novos e passou todo mundo, ficando apenas atrás de Carpenter, que saiu o vencedor. Tony Kanaan que relargou na terceira colocação, mas com pneus gastos, não conseguiu segurar o ímpeto dos adversários e terminou em sexto.

Hélio Castrovenes, o outro brasileiro que briga diretamente pelo título, fez uma prova consistente, mas não conseguiu chegar nos líderes, pois tomou uma volta dos dianteiros, chegando apenas em décimo. A próxima etapa da Fórmula Indy acontece no final de semana entre os dias 28 e 29 de junho, com a rodada dupla do GP de Houston.

Confira os 10 melhores colocados da sétima etapa da Indy:

1 – Ed Carpenter – Ed Carpenter – Chevrolet – 248 voltas
2 – Will Power – Penske – Chevrolet – à 0s524
3 – Juan Pablo Montoya – Penske – Chevrolet – à 0s577
4 – Simon Pagenaud – Schmidt Peterson – Honda – à 1s151
5 – Scott Dixon – Chip Ganassi – Chevrolet – à 2s151
6 – Tony Kanaan – Chip Ganassi – Chevrolet – 2s446
7 – Ryan Briscoe – Chip Ganassi – Chevrolet – à 1 volta
8 – Charlie Kimball – Chip Ganassi – Chevrolet – à 1 volta
9 – Mikhail Aleshin – Schmidt Peterson – Honda – à 1 volta
10 – Hélio Castroneves – Penske – Chevrolet – à 1 volta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *