Conheça detalhes do Ford Ranger que vai ao Sertões

Dois exemplares preparados pela equipe sul-africana NWM disputarão o segundo maior rali do mundo pelas mãos das duplas do X Rally Team

A grande novidade trazida pelo X Rally Team para a disputa da 22ª edição do Rally dos Sertões promete agitar a competição entre os carros. O Sertões começa na próxima sexta-feira (23) em Goiânia e termina em Belo Horizonte no dia 30 depois de percorrer 2,7 mil quilômetros. Será a 15ª participação da equipe paulistana no maior rali do país e segundo maior do planeta.

Depois de um título (2004) e um vice-campeonato (2007) na categoria Protótipos T1, para carros construídos e preparados no Brasil, a equipe dos irmãos Cristian e Marcos Baumgart trouxe da África do Sul dois Ford Ranger 4×4 que fizeram neste ano sua estreia no Dakar. Os carros foram construídos pela Neil Woolridge Motorsports, em conjunto com a Ford e com especialistas europeus em chassis. O protótipo vem equipado com um motor Ford 5.0 V8, movido a gasolina, derivado do Mustang, e capaz de gerar cerca de 350 cavalos de potência.

“Do Dakar até aqui o carro passou por uma releitura completa e uma série de atualizações foram instaladas, melhorando a Ranger em praticamente todos os quesitos”, destacou Marcos Baumgart, que tem Kleber Cincea como navegador. Cristian, que forma dupla com Beco Andreotti, testou o carro na última semana em Brotas (SP), e traçou uma série de comparativos.

“O carro é muito estável, suave, fácil de guiar e muito mais potente. Claro que agora é outra categoria, saímos da Protótipos T1 para correr na T1 FIA, onde a diferença é sempre grande. Mas saber era uma coisa, e sentir essa diferença foi uma experiência animadora”, revelou Cristian.

Visualmente, o Ford Ranger 4×4 mostra um entreeixos bastante curto, entre outros atributos designados para melhorar a estabilidade do protótipo, como por exemplo a localização dos estepes: um fica amarrado na parte traseira do carro, como que na caçamba; os outros dois ficam escondidos embaixo do chassi, na parte central. A ideia visa equilibrar ao máximo o centro de gravidade e a distribuição de peso do carro. 

“O câmbio também é muito suave nos engates e o freio me impressionou pela força e pela rapidez com que se para o carro”, observou Cristian. “Acho que a briga vai ser muito bacana pela vitória geral do Sertões, porque serão quatro carros T1 FIA na luta, e isso vai ser bacana para o público acompanhar”, conclui Marcos.

FORD RANGER 4X4 – X RALLY TEAM/NWM
Carro-base: Ford Ranger 4×4 Cabine Dupla
Categoria: T1 FIA
Motor: Ford 5.0 litros V8
Gerenciamento eletrônico: Magnetti Marelli
Potência: 350 cavalos a 4.500 RPM
Torque: 560 Nm a 4.100 RPM
Limite de giros: 5.500 RPM
Suspensão: BOS com dois amortecedores por roda e barra anti-rolagem traseira
Freios: Brembo (refrigerado a água na traseira e a ar na dianteira)
Tanque: 500 litros de capacidade
Combustível: Gasolina
Câmbio: Sadev sequencial de seis marchas
Tração: Integral 4×4
Diferencial: LSD, dianteira e traseira
Rodas: Evocorse 16 polegadas com pneus BF Goodrich 245/85-16
Peso do conjunto: 1.975 kg 


Confira o roteiro do Rally dos Sertões 2014:

23/08 – Prólogo – Goiânia (GO)

24/08 – 1ª etapa – Goiânia (GO)/Caldas Novas (GO)
Deslocamento inicial: 40,5 km
Trecho especial: 155,65 km
Deslocamento final: 20,06 km
Total do dia: 216,21 km

25/08 – 2ª etapa – Caldas Novas (GO)/Catalão (GO)
Deslocamento inicial: 39,54 km
Trecho especial: 202,23 km
Deslocamento final: 18,59 km
Total do dia: 260,36 km

26/08 – 3ª etapa – Catalão (GO)/Paracatu (MG)
Deslocamento inicial: 22,20 km
Trecho especial: 209,86 km
Deslocamento final: 128,39 km
Total do dia: 360,45 km

27/08 – 4ª etapa – Paracatu (MG)/São Francisco (MG)
Deslocamento inicial: 135,24 km
Trecho especial: 363,85 km
Deslocamento final: 86,21 km
Total do dia: 585,3 km

28/08 – 5ª etapa – São Francisco (MG)/Diamantina (MG) – MARATONA
Deslocamento inicial: 223,57 km
Trecho especial: 335,98 km
Deslocamento final: 81 km
Total do dia: 718 km

29/08 – 6ª etapa – Diamantina (MG)/Diamantina (MG)
Deslocamento inicial: 23 km
Trecho especial: 159 km
Deslocamento final: 30 km
Total do dia: 213 km

30/08 – 7ª etapa – Diamantina (MG)/Belo Horizonte (MG)
Deslocamento inicial: 59 km
Trecho especial: 125 km
Deslocamento final: 146 km
Total do dia: 331 km
Total do Rally: 2.684 km

A equipe X Rally Team é patrocinada por Center Norte e Vedacit, com apoios da Ford, Arai, e GoPro

Conheça a equipe em: www.xrallyteam.com.br

Siga-a no Twitter: @X_Rally_Team

E também no Instagram: @xrallyteam

231616_429284_foto_teste_3 231616_429282_foto_teste_2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *