Campos e Sperafico deixam o DF sem marcar pontos.

A penúltima etapa da temporada de 2013 da Stock Car, realizada neste domingo (10) no autódromo de Brasília (DF), começou recheada de expectativas positivas para a equipe paranaense Prati-Donaduzzi Racing. As reais chances de pódio sugeridas pelos bons resultados de Júlio Campos e Rodrigo Sperafico nos treinos livres e de classificação, no entanto, não se concretizaram durante a prova em razão de três acidentes que eliminaram a dupla paranaense da briga pelas primeiras posições.

“Foi um dia para esquecer completamente”, disse Campos. “Logo na primeira volta levei um toque que me jogou para a última posição. Na metade da prova, fui atingido por um carro que voltava para a pista após uma rodada, e o choque destruiu a lateral direita do meu Stock Car. Realmente não tive como evitar o abandono de hoje, e lamento por nossa equipe. Estávamos indo muito bem no fim de semana e, quando abandonei, tinha o mesmo ritmo dos três primeiros. Só não estivemos na ponta hoje (domingo) em razão dos acidentes”, comentou Campos.

A história da corrida de Rodrigo Sperafico começou a mudar na parada de box, quando a opção pela troca de dois pneus durante o pit stop obrigatório fez com que ele perdesse oito posições. De volta à pista no pelotão intermediário, Sperafico passou a recuperar terreno na disputa por pontos até que uma manobra de ultrapassagem terminou em toque com o também paranaense David Muffato.

“Tinha acabado de ultrapassar o (Welington) Justino quando puxei o carro para o lado de dentro com o objetivo de defender a posição, e realmente não vi o Muffato. Ele manteve a aceleração após o primeiro toque e, pelo ângulo da batida e a velocidade, meu carro acabou sendo arremessado para o lado de dentro da pista”, narrou Sperafico.

Os toques ocorridos neste domingo em Brasília, no entanto, não tiraram a confiança da Prati-Donaduzzi Racing para a última etapa da temporada, marcada para o dia 15 de dezembro em São Paulo. A pista foi palco da primeira pole position do time paranaense na categoria, e fecha uma temporada marcada por grande evolução nos carros da Prati-Donaduzzi no grid da Stock Car.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *