ivermectin is effective for covid-19 real-time meta analysis of 47 studies pastillas ivexterm para que sirven levne ivenox what dosage of ivermectin for humans for covid a buon mercato ivera can you use ivermectin paste on goats ivermectina tb para q sirve las gotas de simpiox

Avaliação da Semana – Viajamos com o Equinox Turbo Premier Turbo.

Caros amigos internautas, é com um imenso prazer que apresentamos essa semana o nosso teste e avaliação com a “Equinox Premier Turbo” tendo como seus pontos mais forte o seu visual marcante e arrojado. Saímos de São Paulo com destino à cidade de Itamonte (Minas Gerais).

 

O Chevrolet Equinox 2021 que passa a impressão de robustez, ao olhá-lo você percebe um toque esportivo, reforçado obviamente por seu potente motor.

 

A dianteira do Equinox 2021 segue o padrão de outros veículos globais da marca, com grade proeminente e faróis em LED mais finos e estreitos, além dos itens cromados. Outro destaque na dianteira é o capô, talvez a parte com mais vincos no exterior do Equinox.

 

Já a lateral parece mais simples, com portas lisas, o que confere mais sobriedade e se encaixa bem no conjunto. Os espelhos retrovisores e a moldura dos vidros também são cromados e as rodas são de alumínio, de 19 polegadas.

 

A traseira do Equinox 2021 apresenta linhas mais fortes, assim como o capô, com aerofólio discreto (pintado na cor do carro), duas saídas de escape e uma moldura preta na lateral do vidro, que dá a sensação de continuidade com os vidros laterais.

 

No interior do Equinox 2021, o espaço é o que não falta. Com seus mais de 2,72 m de entre-eixos, o modelo acomoda bem até cinco passageiros (poderia ter a opção de sete lugares), enquanto as bagagens vão num compartimento que varia entre 468 litros e 1.627 litros.

Essa sensação de espaço é reforçada pelo teto solar panorâmico e pelo modo como o painel foi desenhado, separando a parte dos instrumentos com o restante do painel do carro.

Os materiais presentes no Equinox 2021 são de boa qualidade e o encaixe das peças também, tendo a mistura entre partes em couro e partes em plástico rígido.

 

Os passageiros tem uma confortável vida a bordo, já que o carro faz bom uso de tecnologia e tem um rodar silencioso, graças a um sistema que usa ondas contrárias para cancelar os ruídos externos do motor.

 

O porta-objetos também estão por todos os lados, incluindo um espaço para levar um pequeno guarda-chuva na porta do motorista.

 

O modelo que andamos conta com o novo motor 1.5 turbo, apontado pela marca como ideal para quem busca uma melhor relação custo-benefício. O novo propulsor de 1,5 litro é turbo e tem 172 cv e 28 kgfm de torque, com câmbio automático de seis marchas. Vale lembrar que o motor da versão topo de linha tem transmissão automática de nove velocidades.

 

Em nossa viagem utilizamos toda a capacidade do Chevrolet Equinox, com 5 passageiros e bagagens. A seguir apresentaremos todas as análises feitas, e constatadas.

Consumo de Combustível

Na primeira parte de nosso teste andei com o Chevrolet Equinox pelas ruas de São Paulo e também um pouco de estrada, sem passageiros e bagagens. Neste período o consumo do veículo foi de 9,5 km/l na cidade e de 12,6 km/l na estrada. Percorri em torno de 100 quilômetros em estrada e a mesma quantidade dentro de São Paulo.

 

Na segunda parte de nosso teste saímos de São Paulo com destino a Itamonte-MG, com o veículo com 5 passageiros e mais bagagens. e neste período constatamos um consumo um pouco acima do que apuramos, sendo 8,6 Km/l nas cidades do interior de Minas Gerais e um consumo de 9,7 km/l na parte da estrada.

 

Em vários pontos da estrada, subindo a Serra da Mantiqueira verificamos que os marcadores apresentavam um consumo instantâneo de 2,9 a 3,3 km/l.

Itens de Série

Entre os itens de série encontrados no Chevrolet Equinox 2021 estão os faróis full-LED, as rodas de liga leve de 19″, os seis airbags, o ar-condicionado de duas zonas, o teto solar panorâmico, o multimídia de 8″ com conectividade Android Auto/Apple CarPlay, o som da renomada Bose, o carregador de smartphone por indução, o alerta de detecção de pedestres com auxílio de frenagem, o alerta de movimentação traseiro, o sensor de ponto cego e ainda a frenagem automática de emergência, só para citar.

Motor

Os 172 cv de potência e 27,8 kgfm de torque ainda sobram para os 1.551 kg de peso do veículo. Mesmo com lotação máxima a bordo, há bastante fôlego para ultrapassagens e retomadas. Além do mais, o motor tem funcionamento suave inclusive em altas rotação. O torque máximo é entregue entre 2.500 rpm e 4.500 rpm, mas por volta dos 1.500 rpm já há grande oferta de força.

 

Desse modo, o SUV é ágil também no trânsito urbano. Mérito das tecnologias embarcadas, entre as quais comandos de válvulas variáveis, injeção direta e turbocompressor. Há ainda corrente de sincronização, que, ao contrário da correia dentada, dispensa trocas periódicas.

 

O câmbio automático de seis velocidades (são nove com o motor 2.0) também não prejudica. O pecado da transmissão, como de praxe nos carros da Chevrolet, é a ausência de borboletas no volante para trocar as marchas. Por sua vez, os freios, com discos nas quatro rodas, são bem eficientes.

 

Ela permite um rodar suave sem deixar a carroceria excessivamente solta em curvas. Mérito do sistema independente nas quatro rodas, com sistema multilink no eixo de trás.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *